Categories: Reprodução

Uso de diferentes fontes e marcas de estradiol para indução da ovulação em protocolos de inseminação artificial em tempo fixo

Diversos trabalhos científicos e técnicos têm demonstrado que o uso do cipionato de estradiol como indutor de ovulação é uma alternativa que possibilita a realização de protocolos de IATF e TETF com apenas três dias de manejo, sem prejudicar as taxas de concepção e prenhez.

Com base neste aspecto, o objetivo deste artigo será discutir um trabalho no qual foi avaliado o efeito do uso de diferentes fontes de cipionato de estadiol (CE; ECP®, Pfizer ou SincroCP®, OuroFino) ou benzoato de estradiol (BE; Estrogin®, Farmavet ou Sincrodiol®, OuroFino) como indutores da ovulação em protocolos de IATF em vacas Nelore (Sales et al., SBTE 2008).

Nesse estudo, dois experimentos foram realizados visando avaliar a dinâmica folicular (Experimento 1) e a taxa de prenhez (Experimentos 2) dos animais submetidos aos protocolos com diferentes indutores da ovulação. O intuito do artigo é de apresentar para o leitor a eficácia dos dois BE e dos dois CE existentes no mercado e não de realizar a promoção de qualquer um dos mesmos.

No experimento 1 foram utilizadas 59 vacas Nelore com escore de condição corporal (ECC) médio de 2,79 ± 0,32 (escala de 1 a 5), divididas em quatro grupos experimentais: Grupo Estrogin (n = 13; benzoato de estradiol no dia 9), Grupo Sincrocio (n = 14; benzoato de estradiol no dia 9), Grupo ECP (n = 16; cipionato de estradiol no dia 8) e Grupo SincroCP (n = 16; cipionato de estradiol no dia 8). O tratamento hormonal consistiu na utilização de um dispositivo intravaginal de progesterona associado ao benzoato de estradiol no início do tratamento (D0).

No dia 8, as vacas foram alocadas em um dos quatros grupos experimentais, considerando o ECC e o status ovariano. Nesse mesmo dia, o dispositivo intravaginal foi removido e uma dose de PGF e de eCG foram administradas em todos os animais. As vacas dos grupos ECP e SincroCP receberam cipionato de estradiol neste mesmo momento e as vacas dos grupos Estrogin e Sincrocio receberam benzoato de estradiol 24 horas após a retirada do dispositivo. Exames ultrassonográficos foram realizados a cada 12 horas a partir da retirada do dispositivo até a ovulação. Os resultados da dinâmica folicular estão apresentados na tabela 1.

Tabela 1 Dinâmica folicular (Média ± EP) de vacas Nelore lactantes tratadas com diferentes indutores de ovulação em protocolos para IATF

Ao comparar os animais dos quatro grupos experimentais, observou-se que não houve efeito do tipo de estradiol e nem do produto comercial em nenhuma das variáveis estudas (Tabela 1).

No Experimento 2 foram utilizadas 563 vacas Nelore em teste de prenhez. Os animais foram alocados nos diferentes tratamentos do Experimento 1, considerando o ECC e o período pós-parto: Grupo Estrogin (n=144), Grupo Sincrodiol (n=141), Grupo ECP (n=143) e Grupo SincroCP (n=135). Todas as vacas foram inseminadas em tempo fixo 48 horas após a retirada do dispositivo de progesterona. Os resultados dos Experimentos 2 estão apresentados na tabela 2.

Tabela 2. Efeito do tipo e momento da administração de estradiol na taxa de concepção de vacas Nelore sincronizadas com dispositivo intravaginal de progesterona

Pode-se concluir que as fontes de benzoato de estradiol (Estrogin e Sincrodiol) e de cipionato de estradiol (ECP e SincroCP) estudadas no presente experimento comportam-se de forma semelhante como indutores de ovulação em vacas Nelore lactantes submetidas ao protocolo de sincronização para IATF. Assim, seguindo o momento adequado de administração, pode-se utilizar quaisquer desses estradiois indutores de ovulação, com semelhante eficiência. Entretanto, a vantagem do cipionato de estradiol seria a redução do número de manejos (de 4 para 3 manejos) para a realização da IATF.

Portanto, pode-se verificar que diferentes fontes de estradiol (BE ou CE) de diferentes empresas podem ser utilizadas para indução da ovulação em protocolos de IATF com a mesma eficiência. Logo a tomada de decisão sobre qual produto utilizar fica a critério do médico veterinário junto ao produtor, possibilitando a eles a negociação de valores e condições com um número maior de empresas, o que gera, dessa maneira, maior competição no mercado que pode levar a queda dos preços.

This post was published on 24 de abril de 2009

Share

View Comments

  • Já trabalhamos com Benzoato de Estradiol no momento da retirada do dispositvo (D8), possibilitando também 3 manejos. O que difere do protocolo com Cipionato de Estradiol é o momento da inseminação , no caso de se utilizar Benzoato inseminar as vacas 44 horas após a remoção do dispositivo de progesterona.

  • Caro colega Henderson, primeiramente gostaria de parabeniza-lo pelo excelente artigo.

    Gostaria de saber por que não foi dado destaque para o melhor resultado em relação a taxa de concepção quando foi usado cipionato de estradiol (tanto o ECP como o SINCRO CP) que foi de 68,5% e de 60,7% respectivamente, principalmente quando do uso de ECP que foi em torno de 12,9% e de 12,4% maior em relação as fontes de benzoato de estradiol, e só foi dado destaque para a redução do manejo de 4 para 3 dias.

    Desde já agradeço a contribuição dos seus trabalhos para quem como eu trabalho no campo e artigos como esse auxiliam muito na nossa atualização.

  • Prezado Ireze,

    de acordo com a tebela, não houve diferença significativa entre os tratamentos com relação a taxa de concepção (p=0,26), devido provavelmente ao número de animais utilizados, cerca de 140. Para ser significativo o p deve ser menor ou igual a 0,05.

    Abraços

  • Boa tarde , gostaria de saber sua opinião sobre o Gonadiol se a porcentagem e igual ou maior em relação aos outros estrgenos.

  • Muy interesante el articulo, porque hasta el anterior servicio teniamos dudas sobre el uso de cipionato de estradiol contra el benzoato....pero como nos permitia un dia menos de metida al corral de la hacienda ....este periodo que paso nos decidimos...por recomendaciones de otros profesionales y porque facilita el manejo, que para este tipo de trabajos es muy importante el factor manejo. muy bueno el articulo y muchas gracias por los datos.

  • Prezado Márcio Flores da Cunha Chaiben

    o Gonadiol é um produto comercial que tem apresentado semelhantes aos concorrentes de mercado.

  • Antes de mais nada, parabens pelo artigo!
    Gostaria de saber qual a sua opinião sobre o procolo que retira o dispositivo de P4 e aplica a PGF2A + 300UI de eCG + 1mg de BE no D8,5 (manejo à tarde) e posterior inseminação com 38 a 42h após a retirada do dispositivo( 3 manejos), você acha que o ECP funciona melhor como indutor de ovulação do que o BE, ou os dois estereis funcionariam de forma semelhante apenas alterando o momento da IA após a retirada?!

  • Parabéns pelo artigo.
    No entanto, gostaria de saber, se possível, a taxa de natalidade dos protocolos testados e utilizados.
    Abraços

Recent Posts

Convite: 12º Workshop AgroTalento: Como fazer a gestão profissional da sua fazenda

Para produtores apaixonados pelo agro que querem ter mais gestão na sua fazenda, nós temos… Read More

5 de agosto de 2020

Urge um papo reto – Por André Bartocci

Urge um papo reto. Sobre Comunicação e a nossa necessidade de ser compreendido pela sociedade, que… Read More

5 de agosto de 2020

JBS doa 50 mil cobertores e mais de 94 mil kits de higiene e limpeza ao Fundo Social de São Paulo

–A JBS, por meio do seu programa de responsabilidade social “Fazer o Bem Faz Bem… Read More

5 de agosto de 2020

Beyond Meat teve prejuízo de US$ 10 milhões no 2º trimestre

A Beyond Meat registrou prejuízo líquido de US$ 10,2 milhões no segundo trimestre (encerrado em… Read More

5 de agosto de 2020

Custo do “prato feito” consumido em casa subiu quase 4% em São Paulo entre janeiro e junho

A quarentena exigida para tentar conter a disseminação da covid-19 motivou a alta do custo… Read More

5 de agosto de 2020