USDA prevê áreas menores de soja e milho em 2018/19

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) disse nesta quinta-feira, 29, que as áreas plantadas com soja e milho no país na temporada 2018/19 devem diminuir em relação ao ciclo anterior. Em seu relatório de intenção de plantio, o governo dos EUA estimou a área de soja em 89 milhões de acres (36 milhões de hectares). Na temporada 2017/18, foram semeados 90,142 milhões de acres (36,48 milhões de hectares).

Analistas consultados pelo Wall Street Journal esperavam uma área plantada maior, de 90,919 milhões de acres (36,8 milhões de hectares). O relatório de intenção de plantio desta quinta-feira é o primeiro do ano baseado em pesquisas junto a produtores. Em fevereiro, durante o Fórum de Perspectivas Agrícolas, o governo dos EUA tinha projetado a área em 90 milhões de acres (36,42 milhões de hectares).

Quanto à área plantada com milho, o USDA projetou uma redução para 88 milhões de acres (35,6 milhões de hectares), de 90,167 milhões de acres (36,5 milhões de hectares) na temporada 2017/18. Os analistas esperavam um número maior, de 89,348 milhões de acres (36,16 milhões de hectares). No mês passado, a área de milho também foi estimada pelo USDA em 90 milhões de acres (36,42 milhões de hectares).

Se as previsões se confirmarem, a área de soja vai superar a de milho pela primeira vez em 35 anos. Com as áreas reduzidas, os preços de milho e soja podem registrar altas mais acentuadas em caso de problemas climáticos, disse Doug Bergman, da RCM Alternatives. A redução das áreas talvez seja uma consequência das dificuldades financeiras enfrentadas por produtores nos EUA. A renda do setor agrícola deve atingir este ano o menor nível em mais de uma década, o que pode ter pesado na decisão dos agricultores, disse o economista Joel Karlin, da Western Milling.

Fonte: Dow Jones Newswires, publicada no Estadão, resumida e adaptada pela Equipe BeefPoint.


ou utilize o Facebook para comentar