Uruguai fechará o ano com abate recorde de bovinos

O Instituto Nacional da Carne (INAC) estima que 2018 fechará com um abate de bovinos próximo de 2.360.000 animais (subiria 0,8% em relação a 2017), marcando assim um recorde, após cinco anos consecutivos de crescimento. Assim, esse seria o maior abate registrado desde 2009.

No âmbito de uma conferência de imprensa, o presidente da organização, Federico Stanham, em conjunto com o Gestor de Informação, Jorge Acosta, divulgou alguns indicadores do setor da carne.

Além do aumento do volume abatido, o peso dos animais que passaram pelos frigoríficos seria levemente inferior ao dos anos anteriores. Há uma mudança na tendência que foi observada ao longo de uma década.

O peso de abate para bois seria de 514 quilos comparado a 519 do ano anterior, 458 quilos para vacas, quando em 2017 era de 465; e no nível de novilhas seria de 408 quilos, quando no ano passado pesavam 411 quilos. Neste ano, 1,12 milhão de novilhos serão industrializados (1% menos que em 2017) e o número de novilhas cresce em 12,6%.

Fonte: El País Digital, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.


ou utilize o Facebook para comentar