Categories: Giro do Boi

“Tinder do agro” une produtores aposentados e aspirantes a produtor na Austrália

É um fato bem conhecido entre a geração mais jovem de produtores rurais que, a menos que você seja um milionário ou herde terras, colocar um pé na indústria está se tornando quase impossível, a empresa Cultivate Farms, que é como um “Tinder do agro”, está determinada a mudar isso.

Co-fundada por Sam Marwood e Tim e Tegan Hicks, a empresa social visa rejuvenescer a Austrália regional e fornecer oportunidades para a próxima geração, combinando aspirantes a produtores rurais e produtores aposentados ou investidores interessados.

O co-fundador da Cultivate Farms, Sam Marwood, disse que os aspirantes a produtor adoram o conceito de matchmaking porque, finalmente, alguém está dizendo a eles que seus sonhos malucos são possíveis.

Inicialmente, os amigos queriam resolver um problema deles mesmos, com Tim e Tegan sonhando em possuir sua própria terra, mas sem a oportunidade de fazer isso.

“Estávamos conversando um dia e falamos: imagine se houvesse esse negócio que pudesse encontrar uma fazenda para Tim e Tegan e o quanto isso seria interessante”, disse Sam.

“Mas então percebemos que se pudéssemos desbloquear este conceito para Tim e Tegan, poderíamos replicar isso para qualquer um que tivesse esse sonho louco de ter uma fazenda.”

Agora em seu terceiro ano, Sam disse que a Cultivate Farms tem visto grande sucesso nos últimos 12 meses.

“Realmente percebemos que estamos em algo, e as pessoas estão vindo até nós agora”, disse ele.

“Até agora, já tivemos sete combinações e há outras 20 em nosso site prontas para serem usadas e, provavelmente, outras 50 ou mais em segundo plano que estão chegando a ao estágio de encontrarem uma combinação.

“Nós temos quatro investidores que vieram até nós pedindo para se envolver, então estamos combinando-os com aspirantes a agricultores agora, e é muito emocionante.”

Sam disse que estava constantemente surpreso ao ver pessoas chegando a Cultivate Farms.

“Algumas pessoas simplesmente não entendem ou não querem usar o sistema, e a ideia de fazer a transição para os filhos de outra pessoa é como a coisa mais ofensiva que você poderia sugerir para algumas pessoas, mas para outras pessoas é como se isso fosse a coisa mais linda saber que alguém ama essa fazenda tanto quanto ela”, disse ele.

“Do ponto de vista do aspirante a produtor, sempre houve aceitação do serviço, porque finalmente alguém está dizendo a eles que seus sonhos malucos são possíveis, o que ninguém faz, então nós definitivamente temos o amor deles.”

“No momento, temos uma fazenda em todos os estados, exceto ACT, portanto não há limitação geográfica real; trata-se apenas de ver se as pessoas têm a mentalidade certa e estão abertas a essa ideia de transição de propriedade ou de querer investir ”.

Imagem do site www.cultivatefarms.com.

“Era exatamente o que precisávamos”

Para Charlie e Judy Hocking, de Bendigo, Victoria, esse serviço de matchmaking era exatamente o que eles precisavam.

Judy disse que, com seus filhos não interessados em assumir a fazenda, eles planejaram transferir a propriedade para um de seus trabalhadores, mas quando ele optou por aceitar um emprego em outro lugar, eles ficaram na mão.

“Pela primeira vez, meu marido disse que poderíamos vender o lugar”, disse ela. “Nós realmente não queríamos fazer isso porque ele ainda quer continuar produzindo, mas nós estamos na casa dos 70 anos. Eu não entendi a palavra Tinder, como na coisa de matchmaking, mas eu vi um artigo no jornal e ele tinha a foto do Sam. Eu dava aula para Sam, então eu li o artigo e era sobre a Cultivate Farms e eu disse para Charlie que era disso que precisávamos.”

Charlie e Judy Hocking, Bendigo, Victoria, com Jeremy Collins, seu match no Cultivate Farms.

Trabalhando com Sam, os Hocking conseguiram encontrar um aspirante a produtor local e, uma vez que a seca temirnar, eles começarão a jornada de transição da propriedade.

“Entre Sam e Jeremy estão apenas mantendo nosso sonho vivo”, disse Judy. “Nós realmente precisávamos de algo assim e eu ouso dizer que há muitas pessoas que estão no mesmo barco.”

Oportunidades ilimitadas

A Cultivate Farms não é apenas uma combinação de produtores rurais aposentados com aspirantes a produtores.

No caso de Christie e Michael Delphin, de Hazelbrae Hazelnuts, Tasmânia, encontrar alguém para se tornar um produtor compartilhado em sua operação era o objetivo final.

“Estamos aumentando nossas atividades de produção porque nosso pomar está amadurecendo para suas quantidades comerciais nos próximos anos e estamos ficando cada vez mais ocupados a cada ano”, disse Christie.

“Estamos apenas no final da casa dos 30 anos, então não estamos em idade de nos aposentar, mas estamos trabalhando muito nos últimos anos para construir isso e estamos realmente querendo dar um passo atrás.”

“Quando digo passo para trás, eu estou recuando de um trabalho de sete dias por semana para talvez quatro dias por semana, então não é realmente um retrocesso enorme comparado a algumas pessoas, mas para nós é compartilhar o que estamos fazendo com alguém que tenha mais energia e ideias para nos levar ao próximo nível com as coisas e continuar o que estamos fazendo. ”

Através da ajuda do Cultivate Farms, Christie disse que eles foram capazes de encontrar alguém cujos valores estivessem alinhados com os deles sem ter que filtrar uma lista de pessoas por conta própria.

“A vantagem da Cultivate Farms é que eles gastam o tempo para conhecer os produtores, todas as oportunidades e os aspirantes a produtor”, disse ela. “E aconteceu que um dos candidatos que eles nos enviaram foi alguém que eu realmente conhecia e que não percebeu que estava procurando uma oportunidade, e está funcionando muito bem até agora.

“O valor do que Cultivate Farms está fazendo é que ele tem algo realmente necessário na indústria e algo que será realmente valioso nos próximos anos, à medida que desenvolve essa capacidade e cria essa consciência em torno deles”.

Confira o vídeo da empresa:

Fonte: Queensland Country Life, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

This post was last modified on 30 de novembro de 2018 11:45

Share
Published by
Equipe BeefPoint

Recent Posts

Por que lucratividade é muito mais importante do que produtividade na sua fazenda?

Por que é tão importante falar de lucratividade versus produtividade? A primeira coisa é: são dados reais! Existem poucos bancos… Read More

28 de janeiro de 2020

Efeito do coronavírus no consumo de carne: “O que está acontecendo não é bom”, diz empresário uruguaio

O surto do coronavírus está alarmando o mundo, especialmente a China e outros países da Ásia, e está causando um… Read More

28 de janeiro de 2020

EUA: Futuros de gado caem em meio a temores de coronavírus

Na sexta-feira, o futuro dos bovinos vivos e para engorda dos EUA atingiu seus preços mais baixos em meses, em… Read More

28 de janeiro de 2020

Fogo na Austrália e peste suína africana devem favorecer carne brasileira

Os incêndios na Austrália afetam a produção de carnes no país, o que deve abrir espaço para novo salto de… Read More

28 de janeiro de 2020

Mapa faz esclarecimentos sobre coronavírus

Diante da emergência do vírus identificado na China em dezembro de 2019 – Coronavírus e já detectado em vários países,… Read More

28 de janeiro de 2020

Serviço de Inspeção Federal completa 105 anos

Responsável por assegurar a qualidade de produtos de origem animal, comestíveis e não comestíveis, destinados ao mercado interno e externo,… Read More

28 de janeiro de 2020

Assista Aula Grátis "As 7 Estratégias do Lucro em Fazendas"

Quero Assistir