Rússia e Chile justificam 70% das exportações de carne paraguaia

Durante os primeiros cinco meses do ano, o Paraguai faturou US $ 496 milhões em exportações de carne bovina, cerca de US $ 37 milhões a mais em relação ao mesmo período do ano passado.

Só em maio, as exportações do Paraguai aumentaram 34% em relação ao mesmo mês de 2017.

De acordo com um relatório do Banco Central do Paraguai (BCP), a Rússia e o Chile são os principais destinos do produto com uma demanda de 70% das colocações totais do Paraguai.

O economista-chefe do BCP, Miguel Mora, assegurou à imprensa paraguaia que a suspensão do Chile de cinco frigoríficos no início do ano teve um impacto negativo na balança comercial com um déficit de US $ 80 milhões.

No entanto, a remoção das sanções a três indústrias levou a um rápido crescimento nos volumes demandados e no valor do produto.

Somando a retomada da soja, a balança comercial de maio já registrou superávit de US $ 371 milhões.

Fonte: El País Digital, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

Uma opinião sobre “Rússia e Chile justificam 70% das exportações de carne paraguaia”

  • Sergio Becker - 15/06/2018

    Cuando visité Paraguay años atras descubri que ese pais es el que mas se parece con la idiosincrasia de Chile en América Latina.

Os comentários estão encerrados.


ou utilize o Facebook para comentar