Rússia e Chile justificam 70% das exportações de carne paraguaia

Durante os primeiros cinco meses do ano, o Paraguai faturou US $ 496 milhões em exportações de carne bovina, cerca de US $ 37 milhões a mais em relação ao mesmo período do ano passado.

Só em maio, as exportações do Paraguai aumentaram 34% em relação ao mesmo mês de 2017.

De acordo com um relatório do Banco Central do Paraguai (BCP), a Rússia e o Chile são os principais destinos do produto com uma demanda de 70% das colocações totais do Paraguai.

O economista-chefe do BCP, Miguel Mora, assegurou à imprensa paraguaia que a suspensão do Chile de cinco frigoríficos no início do ano teve um impacto negativo na balança comercial com um déficit de US $ 80 milhões.

No entanto, a remoção das sanções a três indústrias levou a um rápido crescimento nos volumes demandados e no valor do produto.

Somando a retomada da soja, a balança comercial de maio já registrou superávit de US $ 371 milhões.

Fonte: El País Digital, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

Uma opinião sobre “Rússia e Chile justificam 70% das exportações de carne paraguaia”

  • Sergio Becker - 15/06/2018

    Cuando visité Paraguay años atras descubri que ese pais es el que mas se parece con la idiosincrasia de Chile en América Latina.

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios


ou utilize o Facebook para comentar