RS: projeto incentivará adesão ao novo Sisbov

Para garantir que o Rio Grande do Sul tenha gado para abastecer os mercados importadores, a Farsul e a Secretaria da Agricultura (Seapa) pretendem incentivar o cadastro de animais no novo Serviço de Rastreabilidade da Cadeia Produtiva de Bovinos e Bubalinos (Sisbov).

O prazo de migração para o novo Sisbov encerra-se em 31 de dezembro. Os animais não cadastrados terão de ser abatidos ou perderão a condição de rastreados e o criador terá de reiniciar o processo.

Um projeto-piloto que está sendo desenvolvido com esse fim será discutido com a cadeia produtiva. Segundo o coordenador da Comissão de Bovinocultura de Corte da Farsul, Carlos Simm, o primeiro passo é assegurar a informatização das inspetorias veterinárias do estado. “Depois, buscaremos linhas de financiamento”, adiantou em reportagem do Correio do Povo/RS.

Dados apresentados ontem, em reunião da comissão, apontaram que há 230 mil bovinos cadastrados no RS, enquanto que no MS já são 2,08 milhões.


ou utilize o Facebook para comentar