Categories: Entrevistas

Rodrigo Martins: o diagnóstico de uma propriedade é fundamental no trabalho

Rodrigo Martins Alves de Mendonça, formado pela Escola de Veterinária da UFMG, consultor sócio da empresa de consultoria em Agronegócios – EXAGRO e professor da disciplina de Bovinocultura de Corte da PUC MINAS Betim. Realizou mestrado em Medicina Veterinária Preventiva na E.V. – UFMG e cursos de pós-graduação em Solos e Meio Ambiente na Universidade Federal de Lavras (UFLA) e em Manejo de Pastagens pela FAZU/Uberaba. Trabalha há 19 anos em consultoria de projetos em pecuária de corte, leite e sistemas silvipastoris, com foco de trabalho em resultados financeiros e econômicos respeitando os recursos humanos e ambientais. Rodrigo é instrutor de Cursos Online AgriPoint e nessa entrevista destaca os principais pontos sobre análise técnico-econômica em projetos de pecuária.

Agripoint: Fale sobre a importância do diagnóstico e interpretação de resultados na pecuária.

Rodrigo – O diagnóstico de uma propriedade é fundamental no trabalho pois identifica forças e fragilidades de dentro da porteira e oportunidades e ameaças do ambiente externo (SWOT). Serve também de referência ao trabalho executado e do caminho percorrido quando se olha para o início do projeto. Um ponto interessante do diagnóstico é definir o organograma hierárquico. Muitas vezes o trabalho começa em uma boa definição dos papeis de cada um dentro da empresa rural. Outro ponto crucial é o diagnóstico financeiro e zootécnico que são as bases para se chegar na interpretação dos resultados obtidos por aquela propriedade naquele momento e o que se pode fazer para melhorá-los.

A interpretação dos resultados é fundamental. É transformar dados zootécnicos e econômicos (que muitas fazendas possuem) mas que não são trabalhados (interpretados) e transformados em informações importantes nas tomadas de decisão.

AgriPoint – Fale sucintamente sobre o PDCA e sua importância.

Rodrigo – O PDCA vem da escola do professor Falconi (Gerenciamento da Rotina de Trabalho do Dia-a-Dia – INDG 2004). Planejar, Executar, Verificar e Corrigir (do inglês: Plan, Do, Check, Action) é um método de gestão. O PDCA é o caminho para se atingirem as metas. O PDCA é importante para que todos os participantes do projeto possam entender onde se quer chegar e seguir no caminho escolhido.

AgriPoint – Por que é importante o produtor analisar a evolução do seu rebanho?

Rodrigo – A evolução do rebanho é uma característica da atividade pecuária que a diferencia dos processos industriais. A matéria prima existente além de se reproduzir e aumentar, cresce e se desenvolve muito diferente daqueles estoques estáticos da indústria. É como se além de agregar valor numa pedra preciosa bruta através do trabalho de um ourives ela se multiplicasse. Existe o fator morte que também é diferente de outras atividades e que deve ser considerada. A evolução e dinâmica de um rebanho é fundamental para se entender o conceito de variação de estoque e diferença de inventário. Um exemplo: uma fazenda pode fechar o caixa anual no vermelho por ter feito uma compra grande de animais naquele ano e ter um resultado econômico positivo – os animais comprados ganharam peso até o final do ano e a diferença do estoque em arrobas no final era maior do que o estoque de arrobas inicial.

AgriPoint – Por que é importante o produtor analisar falhas e medidas corretivas?

Rodrigo – Somente através de análises de desempenho zootécnico e econômico é possível se encontrar os pontos frágeis do sistema e procurar corrigi-los. As medidas corretivas fazem parte do PDCA e são essenciais para se colocar o barco no rumo.

AgriPoint – O que os alunos poderão aprender de mais relevante neste curso?

Rodrigo – A intenção do curso é fornecer uma visão do todo de uma propriedade dando-se atenção à parte financeira e econômica. Normalmente os trabalhos técnicos realizados no Brasil são de alta qualidade (basta ver a resposta em produtividade dos últimos anos). No entanto, vê-se muitos casos de inviabilidade financeira-econômica de projetos e saída do mercado. Nosso objetivo é incitar os alunos ao estudo e ter uma visão mais abrangente do negócio escolhido e as perspectivas e projeções futuras desses empreendimentos.

Se você deseja planejar estrategicamente sua atividade, levando em conta a viabilidade econômica e financeira de seu negócio, participe do curso online AgriPoint Análise Técnico-Econômica de Projetos em Pecuária, que terá início no dia 24 de fevereiro e já está com inscrições abertas.

Este curso será instruído por dois médicos veterinários. Um deles é Rodrigo Martins Alves de Mendonça, formado pela Escola de Veterinária da UFMG, consultor sócio da empresa de consultoria em Agronegócios – EXAGRO e professor da disciplina de Bovinocultura de Corte da PUC MINAS Betim. Realizou mestrado em Medicina Veterinária Preventiva na E.V. – UFMG e cursos de pós-graduação em Solos e Meio Ambiente na Universidade Federal de Lavras (UFLA) e em Manejo de Pastagens pela FAZU/Uberaba. Trabalha há 19 anos em consultoria de projetos em pecuária de corte, leite e sistemas silvipastoris, com foco de trabalho em resultados financeiros e econômicos respeitando os recursos humanos e ambientais.

E o outro é Flávio Luiz Geraldi Araújo, também formado pela Escola de Veterinária da UFMG, realizou cursos de pós-graduação em Administração de Empresas Rurais e em Solos e Meio Ambiente, ambos na Universidade Federal de Lavras (UFLA), e em Manejo de Pastagens pela FAZU/Uberaba. Atualmente cursa o MBA (Gestão Empresarial com Ênfase em Estratégia) na Fundação Getúlio Vargas. É consultor e sócio da empresa de consultoria em Agronegócios – EXAGRO. E trabalha em consultoria em projetos de pecuária de corte e leite, confinamento e integração agricultura pecuária nos estados de GO, MG, SP, MS, PR E PA.

Não perca tempo e inscreva-se agora mesmo!

This post was published on 21 de fevereiro de 2011

Share

Recent Posts

Chegou a sua chance de mudar o jogo da fazenda

Se você quer… 📍 Ter uma fazenda com mais lucro, satisfação, reconhecimento com mais harmonia.… Read More

5 de março de 2021

Uruguai: INAC considera exportar para países do Sudeste Asiático

O Instituto Nacional de Carnes (INAC) do Uruguai está explorando a possibilidade de facilitar exportações… Read More

5 de março de 2021

Senador dos EUA proporá lei que impede importação de commodities associadas a desmatamento

Os Estados Unidos deverão discutir em breve um projeto de lei para impedir que o… Read More

5 de março de 2021

Votação na Suíça pode definir peso de exigências ambientais

Pela primeira vez os suíços vão votar sobre um acordo comercial. A consulta popular a… Read More

5 de março de 2021

Rastrear fornecedores indiretos de gado demanda ‘várias engrenagens’, diz membro do comitê de sustentabilidade da Marfrig

O rastreamento dos fornecedores indiretos de gado dos frigoríficos para zerar o desmatamento nessa parcela… Read More

5 de março de 2021

Nova cepa de peste suína africana na China preocupa analistas

Uma nova cepa do vírus causador da peste suína africana (ASF) identificada na China tem… Read More

5 de março de 2021