Categories: Giro do Boi

Rio Grande do Sul realiza o embarque de 13 mil terneiros vivos

O Rio Grande do Sul promoveu o embarque de 13 mil terneiros vivos com destino à Turquia. A operação aconteceu nesta sexta-feira, 23, teve a fiscalização da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Os animais devem chegar ao destino em 20 dias. A secretaria de agricultura do estado informou que o embarque dos terneiros foi feito aos poucos, respeitando os preceitos de bem-estar animal.

Segundo a supervisora regional de Pelotas da Seapdr, Liége Furtado de Araújo, os países importadores têm preferência por animais de raças europeias, que são encontrados aqui no Rio Grande do Sul, e que 90% do gado em pé é exportado para a Turquia, enquanto 10% tem como destino o Egito, Líbano e Jordânia. “Desde o início deste ano, já foram carregados em torno de 100 mil animais”, destaca.

No processo de embarque, os fiscais da secretaria são os responsáveis por verificar as condições de bem-estar animal no carregamento e emitir as Guias de Trânsito Animal (GTAs) para o porto, enquanto que os servidores do MAPA conferem os animais através dos brincos com chip e emitem o certificado para o país importador. “O Mapa vistoria o navio e libera ou não o embarque. Avalia o bem-estar na embarcação. Ao todo, trabalham cerca de 70 pessoas na operação, contando com os funcionários das propriedades”, explica Liége.

De acordo com o superintendente dos Portos do Rio Grande do Sul (Portos RS), Fernando Estima, a operação de embarque movimentou em torno de R$ 36 milhões. Ele afirmou que o Rio Grande do Sul é o terceiro exportador de boi vivo do Brasil, atrás apenas de São Paulo e Pará. “Estamos tentando consolidar que o Pará e o Rio Grande do Sul fiquem como os principais players portuários internacionais de embarque de gado. Os dois estados conversam bem com os acordos fechados em relação à questões ambientais e cuidados com os animais, porque os portos não estão localizados dentro de grandes cidades. Estamos trabalhando para consolidar a carga de gado vivo no Porto de Rio Grande e ficar entre os principais players”.

Fonte: Canal Rural.

This post was published on 27 de outubro de 2020

Share
Published by
Equipe BeefPoint

Recent Posts

Eleição de Biden trará muitos efeitos para o agro brasileiro, diz Marcos Jank

O professor sênior de Agronegócio Global do Insper, Marcos Jank, disse nesta quinta-feira (19/11) que… Read More

23 de novembro de 2020

Preço da reposição segue firme e liquidez em leilões é total

Ao longo desta semana, o mercado de reposição operou com preços firmes, sustentados pela maior… Read More

23 de novembro de 2020

Arroba do boi termina a semana estacionada em R$ 285 em São Paulo

Na semana passada, o mercado brasileiro do boi gordo registrou quedas nos preços da arroba,… Read More

23 de novembro de 2020

JBS USA cobrirá todos os custos de saúde relacionados à covid-19 de seus empregados

A JBS USA informou nesta sexta-feira (20) que vai cobrir 100% dos custos de saúde… Read More

23 de novembro de 2020

Londrina se destaca no melhoramento genético com gado da raça brangus

Dentro desse contexto, a Brangus Brawir iniciou seu criatório da raça brangus na cidade em… Read More

23 de novembro de 2020

Carne suína se acumula na Europa enquanto o vírus e a peste suína reduzem as vendas

Há um excesso de carne suína na Europa e os preços estão despencando. A Alemanha,… Read More

23 de novembro de 2020