Categories: Giro do Boi

Rabobank: O desafio de equilibrar mercados voláteis na indústria avícola

Passando pelo quarto trimestre de 2020 e para 2021, a indústria avícola global operará em um contexto de mercado volátil, com pressão proveniente dos mercados de serviços de alimentação e atacado. Possíveis novas ondas de Covid-19 aumentarão os altos e baixos do mercado, e o impacto de uma profunda crise econômica tornará os mercados mais direcionados aos preços.

Ao longo de todo o ano, o Rabobank espera um leve aumento na produção global de aves (+ 0,8%, ano anterior), principalmente como resultado da expansão avícola na China e no Vietnã, onde a peste suína africana reduziu a disponibilidade de carne suína, e também da expansão nos EUA . O resto do mundo estará operando em um ambiente de redução da produção.

O comércio global tornou-se difícil, com a maioria dos mercados de importação reduzindo os volumes. O comércio em mercados afetados pela peste suína africana, como China, Filipinas e Vietnã, tornou-se mais importante, e isso aumenta os riscos à medida que a produção local se recupera.

Exportadores como Brasil, Estados Unidos e Rússia estão focados na China, com volumes exportados em expansão rápida, mas com concessões de preços. O principal desafio para os produtores em tais mercados voláteis é equilibrar oferta e demanda, e a experiência até agora neste ano mostra como isso é difícil.

Globalmente, a demanda por aves aumentará levemente devido à substituição de carne suína por ave, especialmente nos mercados afetados pela peste suína africana, e também em mercados com compras mais direcionadas aos preços, devido à crise econômica. Há uma mudança global do food service para o varejo, o que beneficia as empresas com foco no varejo.

Equilibrar a oferta local com a demanda volátil será o grande desafio para os produtores globais. As diferenças no crescimento esperado da produção de aves são maiores do que nunca, variando de 15% de crescimento na China a 5% no Vietnã, contrastando com -8% na Tailândia e mais de -10% na Índia.

O comércio global é muito competitivo e volátil, com impactos da Covid-19 e peste suína africana. A China tem sido o mercado de grande crescimento, enquanto os mercados de importação tradicionais como a UE e o Japão caíram significativamente. Os preços estão muito pressionados para todos os cortes, principalmente peito, pernas e pés.

Muitas questões afetam o comércio, sendo a abertura da China para exportadores dos EUA e da Rússia um grande fator de ruptura. Restrições recentes (voluntárias) ao comércio com a China ilustram o risco de uma alta dependência. A gripe aviária continua sendo outro risco contínuo – visto novamente no Vietnã e ainda afetando a Polônia e a Ucrânia.

Fonte: Rabobank, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

This post was published on 18 de setembro de 2020

Share
Published by
Equipe BeefPoint

Recent Posts

CEPEA: Valorização do bezerro reduz poder de compra do terminador

Os preços médios mensais do boi gordo seguem em alta e renovando as máximas reais… Read More

22 de outubro de 2020

Indústria da carne assina acordo para integrar sistemas de exportação para Jordânia

A Associação Brasileiro de Proteína Animal (ABPA) e a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de… Read More

22 de outubro de 2020

Tereza Cristina diz ver potencial para crescimento no comércio com países árabes

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta quarta-feira que vislumbra um enorme potencial para… Read More

22 de outubro de 2020

Alemanha encontra seis novos casos de peste suína africana em javalis; já são 86 casos

Mais seis casos de peste suína africana (PSA) foram confirmados em javalis na região de… Read More

22 de outubro de 2020

China pede correções após inspeções em frigoríficos

A auditoria remota feita por autoridades chinesas em frigoríficos brasileiros que estão com as vendas… Read More

22 de outubro de 2020

Ipea eleva estimativa para o crescimento do PIB da agropecuária

A produção recorde de soja na safra 2019/20 e a confirmação de colheitas robustas de… Read More

22 de outubro de 2020