Banco do Brasil reforça financiamento de máquinas agrícolas com mais R$ 1 bilhão
23 de fevereiro de 2021
Hub de inovação amplia sua atuação pela América Latina
23 de fevereiro de 2021

Projeto regional visa maximizar eficiência de sistemas de irrigação no RS

A Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), através do Escritório Regional de Frederico Westphalen, juntamente com a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), campus de Frederico Westphalen, iniciaram um projeto de pesquisa pioneiro para caracterização das condições físico-hídricas do solo da região, a fim de dar suporte ao manejo de sistemas de irrigação na região.

A intenção do projeto, desenvolvido com a participação do Laboratório de Física do Solo, do curso de Agronomia da UFSM/FW, é possibilitar aos agricultores que fazem uso de sistemas de irrigação o conhecimento sobre o momento mais adequado para utilização dessa ferramenta. O objetivo dessa pesquisa é apresentar aos produtores um esquema que o permita saber o melhor momento para ligar e desligar sua irrigação, de acordo com as necessidades da sua propriedade e da sua produção. “Dessa forma, o produtor irá manejar de maneira mais eficiente o sistema de irrigação, aplicando o volume correto de água, no momento que a planta mais necessita, evitando desperdícios de energia e água”, explicou o extensionista rural e coordenador regional de recursos naturais da Emater/RS-Ascar, Carlos Roberto Olczevski.

De acordo com o gerente regional da Emater/RS-Ascar, Luciano Schwerz, um dos fatores que motivaram a inciativa foi a forte estiagem enfrentada pela região em 2020. “No último ano, a região passou por uma severa estiagem, e nos chamou a atenção a ociosidade dos sistemas de irrigação e a baixa produtividades em algumas áreas irrigadas. Por essa razão, procuramos a universidade, para juntos profissionalizarmos a atividade, garantindo precisão e eficiência nas propriedades rurais”, observou.

Na primeira etapa do projeto as duas instituições desenvolverão diferentes papeis. A Emater/RS-Ascar é responsável por identificar os agricultores irrigantes nos municípios da região, traçando a logística de transporte dos estudantes da universidade até as propriedades, a fim de realizarem a coleta das amostras do solo.

O professor da UFSM/FW, Vanderlei Rodrigues da Silva, coordenará o processo de análise das amostras de solo, que serão avaliadas de acordo com as diferenças nas curvas de retenção de água, buscando uma medida que represente os diferentes tipos de solos da região e sua capacidade de retenção de água. “Estas informações, junto com o coeficiente da cultura irrigada, a temperatura ambiente e as chuvas ocorridas nos dias anteriores, poderão definir o momento correto de irrigar uma lavoura”, observou Vanderlei.

O passo seguinte será coletar o maior número de amostras de solo em todos os municípios. Até o momento foram coletadas amostras de sete diferentes lavouras irrigadas. É preciso aumentar essa área de amostragem, para que seja possível chegar às informações que representem a capacidade de retenção de água dos solos da região. “Outro objetivo desse projeto é desenvolver um aplicativo de fácil utilização pelos agricultores irrigantes, o qual permitirá a eles saberem qual o momento exato que deverão ligar e desligar seus sistemas de irrigação. Sistemas similares já existem, mas há custos que muitos agricultores não podem acessar, por isso a intenção é disponibilizar este aplicativo de maneira gratuita aos agricultores familiares da região”, completou Olczevski.

Fonte: Assessoria de Imprensa Emater/RS-Ascar – Regional de Frederico Westphalen.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *