Exportações do agronegócio batem recorde para setembro, com US$ 10,1 bilhões
18 de outubro de 2021
5 etapas simples para projetar currais para gado de corte e instalações de manejo
18 de outubro de 2021

Produção de carne suína na China atinge maior patamar em três anos

A produção de carne suína na China atingiu, no terceiro trimestre, seu maior nível em três anos, em consequência dos investimentos que estão sendo realizados pelos criadores do país sobretudo desde 2020 para reconstruir a vara de porcos do país, dizimada pela peste suína africana. 

Segundo a agência Reuters, que cita dados do governo chinês, a produção chegou a 12,02 milhões de toneladas entre julho e setembro, um aumento de 43% em comparação com igual intervalo do ano passado. Foi o terceiro melhor resultado para o trimestre desde 2018, antes de a China começar a sentir as consequências da peste suína.

De janeiro a setembro, assim, a alta ante o mesmo período de 2020 foi de 38%, para 39,17 milhões de toneladas, segundo dados do departamento de estatísticas do país asiático destacados pela Reuters. Apesar do avanço, alguns analistas esperavam um salto maior no terceiro trimestre, para 13,46 milhões de toneladas.

O aumento na produção de carne suína foi liderado grande criadores, que investiram bilhões de yuans em novas fazendas durante 2020 em uma tentativa de conquistar participação de mercado após a epidemia de peste suína. 

Preços em queda 

Mas os preços recuaram 65% este ano até agora, levando alguns produtores a venderem seus rebanhos e saírem do mercado, enquanto outros aproveitaram a oportunidade para se livrar de fêmeas menos produtivas.

O rebanho de fêmeas da China diminuiu 0,5% em julho em relação a junho, e mais 0,9% em agosto em relação ao mês anterior, de acordo com dados publicados anteriormente pelo Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais da China.

Fonte: Valor Econômico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *