Surto de peste suína cresce na Alemanha
12 de janeiro de 2021
Relatório do USDA acentua altas dos grãos em Chicago
13 de janeiro de 2021

Produção de carne bovina na Argentina cresceu 1,3% em 2020

Em 2020, a produção de carne bovina foi de 3,17 milhões de toneladas, superando a produção de 2019 em 1,3%, de acordo com o relatório da Câmara de Indústria e Comércio de Carnes e Derivados da República Argentina, CICCRA . Só foi superado pelas produções de 2009 e 2007, respectivamente (anos em que ocorreu a maior liquidação de gado da história).

As exportações teriam atingido o recorde de 917,2 mil t em 2020, superando em 8,4% o volume exportado em 2019. A participação dos embarques para o exterior no total produzido teria atingido 28,9%, passando a ser a maior das últimas décadas.

Por sua vez, o mercado interno teria absorvido 2.257 milhões de t janeiro-dezembro do ano passado, volume 1,3% inferior ao registrado em 2019. Do total produzido, o mercado interno teria representado 71,1% (- 1,9 pontos percentuais ano a ano).

Com esses números, em dezembro de 2020 o consumo (aparente) de carne bovina por habitante teria sido de 49,7 kg / ano (considerando a média móvel dos últimos doze meses). Ficou 2,3% abaixo do recorde de 2019 (-1,2 kg / pessoa / ano), caiu 13,5% em relação à média de 2017 (-7,8 kg / pessoa / ano) e 27,3% com relação ao máximo relativo de 2007-2009 (favorecido pela maior liquidação de estoques em décadas) e foi o valor mais baixo dos últimos cem anos (considerando os valores provisórios de abates e exportações correspondentes ao segundo semestre de 2020 ).

Fonte: Eurocarne, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

Os comentários estão encerrados.