Principais indicadores do mercado do boi –22-01-2019

Tabela 1. Principais indicadores, Esalq/BM&F, margem bruta, câmbio

21/01/19Diferença
18/Jan14/Jan19/Dez/18
Boi Gordo – Esalq/BM&F à vistaR$ 153,05-0,65%0,79%3,35%
Bezerro – Esalq/BM&F à vistaR$ 1.198,09-0,84%-2,91%-4,96%
Margem bruta na reposiçãoR$ 1.327,24-0,48%4,38%7,69%
Boi Gordo – em dólaresUS$ 40,60-1,23%-0,40%3,27%
DólarR$ 3,770,58%1,19%-1,92%
Fonte: Esalq/BM&F, Bacen, elaboração BeefPoint

O indicador Esalq/BM&FBovespa boi gordo apresentou baixa de 0,65%, nessa segunda-feira (21) sendo cotado a R$ 153,05/@. O indicador a prazo foi fechado em R$ 154,60.

Gráfico 1. Indicador Esalq/BM&FBovespa bezerro à vista x margem bruta

O indicador Esalq/BM&F Bezerro apresentou baixa de 0,84%, cotado a R$ 1198,09/cabeça nessa segunda-feira (21). A margem bruta na reposição foi de R$ 1327,24 e apresentou baixa de 0,48%.

Gráfico 2. Indicador de Esalq/BM&FBovespa boi gordo à vista em dólares e dólar

Na segunda-feira (21), o dólar apresentou alta de 0,58% e foi cotado em R$ 3,77. O boi gordo em dólares registrou desvalorização de 1,23%, sendo cotado a US$ 40,60. Verifique as variações ocorridas no gráfico acima.

Tabela 2. Fechamento do mercado futuro em 21/01/19

Vencimento Fechamento Diferença do dia anterior Contratos em aberto Contratos negociados
Jan/19152,450,651.38726
Fev/19152,20-0,151280
Mar/19153,350,151740
Abr/19152,150,95350
Mai/19151,150,151.482107
Jun/19152,250,9500
Jul/19153,000,7000
Ago/19155,00-0,551720
Set/19156,00-1,0500
Out/19157,850,701.4167
Nov/19157,000,9500
Indicador de Preço Disponível do Boi Gordo Esalq/BM&F – Estado de SP Indicador de Preço Disponível do Bezerro Esalq/BM&F – Estado de MS
Data À vista
R$/@
A prazo
R$/@
Data À vista
R$/cabeça
A prazo
R$/cabeça
11/01/19151,10152,2511/01/191223,51.
14/01/19151,85153,9114/01/191233,95.
15/01/19152,45155,1815/01/191229,94.
16/01/19151,45152,6716/01/191212,80.
17/01/19153,30154,4217/01/191205,441079,66
18/01/19154,05156,3618/01/191208,22.
21/01/19153,05154,6021/01/191198,091189,73
Fonte: Esalq/BM&F, elaboração BeefPoint.

O contrato futuro do boi gordo para jan/19 apresentou alta de R$ 0,65 em relação ao dia anterior e foi negociado a R$ 152,45.

Gráfico 3. Indicador Esalq/BM&FBovespa boi gordo à vista x contratos futuros para jan/19

Acesse a tabela completa com as cotações de todas as praças levantadas na seção cotações.

Tabela 3. Atacado da carne bovina

21/01/19Diferença
18/Jan14/Jan19/Dez/18
Traseiro (1×1)R$ 12,800,00%-3,76%-5,19%
Dianteiro (1×1)R$ 7,100,00%-1,39%-5,33%
Ponta AgulhaR$ 7,000,00%-2,78%-7,89%
Equiv. FísicoR$ 147,350,00%-3,01%-5,48%
Spread Eq. Físico/Esalq-R$ 5,7114,90%-82,57%-21,92%
Fonte: Boletim Intercarnes, elaboração BeefPoint

No atacado da carne bovina, o equivalente físico foi fechado a R$ 147,35. O spread (diferença) entre os valores da carne no atacado e do indicador do boi gordo foi de -R$ 5,71 e apresentou alta de R$ 1,00 em relação ao dia anterior. Conforme mostra a tabela acima.

Gráfico 4. Spread Indicador Esalq/BM&FBovespa boi gordo à vista x equivalente físico

O Spread é a diferença entre os valores da carne no atacado e do Indicador do boi gordo. Desta forma, um Spread positivo significa que a carne vendida no atacado está com valor superior ao do boi comprado pela indústria, deixando assim esta margem bruta positiva e oferecendo suporte ou potencial de alta para o Indicador, por exemplo.

This post was published on 22 de janeiro de 2019

Share

Recent Posts

Mercado de carne de frango tem Recuperação frágil após tempestade Covid-19, diz Rabobank

A indústria avícola global está se recuperando gradualmente de uma tempestade que ocorreu no primeiro… Read More

7 de julho de 2020

Teste rápido é inútil para conter a covid-19 dentro de frigoríficos

Sob escrutínio das autoridades devido à propagação da covid-19 entre funcionários, os frigoríficos brasileiros podem… Read More

7 de julho de 2020

Brasil cobra do Japão abertura de mercado para carne e melão

O Brasil e vários outros países cobraram do Japão, mais uma vez, maior abertura de… Read More

7 de julho de 2020

Boi: 50% dos pecuaristas podem deixar a atividade até 2040, diz Embrapa

Um dos pilares do agronegócio brasileiro, a cadeia da pecuária de corte movimentou o correspondente… Read More

7 de julho de 2020

Exportação de carne bovina bate recorde

As exportações brasileiras de carne bovina (in natura e processada) somaram 172,36 mil toneladas em… Read More

7 de julho de 2020