Categories: Giro do Boi

Preços do milho na China atingem maior patamar em cinco anos

Os preços do milho na China estão subindo, o que pode ser uma boa notícia para os agricultores americanos. Com os estoques, anteriormente inchados, encolhendo, o cereal já chegou a seu maior preço em cinco anos .

Desde janeiro, os contratos futuros de milho na bolsa chinesa de Dalian subiram 27%, para 2,306 mil yuans (US$ 329) a tonelada, nível observado pela última vez no verão de 2015.

Em 2016, o encerramento de um programa de garantia de preços de longo prazo para os produtores do país gerou excedente do grão e queda nas cotações. E, assim, com o tempo, os produtores foram reduzindo o plantio.

“A China precisará comprar mais milho de fora e, diante do acordo comercial com os EUA, esse fornecimento deve vir dos americanos”, disse Tobion Gorey, diretor da área de estratégias agrícolas do banco australiano Commonwealth.

No acumulado do ano até 16 de julho, a China comprou 2,1 milhões de toneladas de milho, ante 315 mil toneladas no mesmo período do ano passado, de acordo com o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA).

Em 10 de julho, o Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais chinês disse que espera importar 6 milhões de toneladas de milho no prazo de 12 meses encerrados em setembro — uma quantidade 50% superior ao que tinha previsto meses antes. Se confirmado, o total será o mais alto de todos os tempos para a China.

Autoridades chinesas justificam as compras como parte dos esforços para cumprir o acordo de primeira fase com os americanos, mas analistas corroboram que as importações ajudarão a aliviar a escassez de milho no país e a manter preços mais baixos para produtores de etanol e criadores de animais. Na China, os criadores de porcos vêm recompondo seu rebanho depois de a peste suína africana dizimar um terço da população suína.

Fonte: Valor Econômico.

This post was published on 31 de julho de 2020

Share
Published by
Equipe BeefPoint
Tags: chinamilho

Recent Posts

CEPEA: Preço interno segue operando na máxima nominal

A baixa oferta de animais para abate mantém os preços diários da arroba operando nas… Read More

17 de setembro de 2020

Pecuaristas e industriais paraguaios avançam para criar o instituto da carne

Os pecuaristas e industriais do Paraguai, após um longo período, voltaram a reunir-se com o… Read More

17 de setembro de 2020

Coalizão entre agronegócio e ONGs propõe ao governo ações contra desmatamento

Uma coalizão formada por 230 representantes do agronegócio, de entidades não-governamentais (ONGs) e outros setores… Read More

17 de setembro de 2020

Arroba segue firme, mesmo com consumidor retraído

Nesta terça-feira, o mercado físico do boi gordo operou com maior cautela e foi marcado… Read More

17 de setembro de 2020

CNA: reforma tributária isenta 80% dos produtores do País

O presidente do Instituto CNA, da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Roberto… Read More

17 de setembro de 2020

Rabobank aponta novas oportunidades para proteína animal na China no pós Covid-19 e PSA

O mercado de proteína animal na China tem experimentado grande volatilidade nos últimos anos. Conforme… Read More

17 de setembro de 2020