PFLA concorda com a certificação “Pasture for Life” para produtores irlandeses

A Associação de Pecuária a Pasto (PFLA) concordou que todos os produtores e processadores irlandeses interessados em obter garantia de terceiros para carne produzida a pasto podem agora ser certificados.

A indústria de carne irlandesa pode obter a marca de certificação da PFLA “Pasture for Life”, que fornece integridade a alegações de comercialização de carne a pasto e autentica a produção de fazendas de carne bovina e de cordeiro inteiramente à base de pasto.

A marca “Pasture for Life” é sustentada por um conjunto de padrões que definem que os animais só podem ser alimentados com pastagens frescas ou conservadas, sem grãos, milho ou soja.

O gerente geral da PFLA, Russ Carrington, disse que a extensão da organização de seu serviço de certificação aos produtores e processadores irlandeses aumentaria o potencial do país para futuras oportunidades comerciais.

“Reconhecemos a capacidade da Irlanda de cultivar e fornecer pastagem fantástica”, disse Carrington. “Estamos empenhados em associar a experiência da pastagem na Irlanda com a nossa vasta experiência em gestão de animais, pastagens e solos e proporcionar aos produtores irlandeses a oportunidade de se envolverem com a nossa próspera comunidade de PFLA.”

Os produtores que cumprirem os requisitos de 100% de animais criados a pasto podem solicitar a certificação por meio de um formulário de inscrição on-line, seguido de uma auditoria na fazenda.

“Temos certeza de que 100% de carne a pasto estará certificada para os consumidores irlandeses em questão de meses”, acrescentou Carrington. “Nós já temos vários agricultores irlandeses que estão dispostos a trabalhar conosco para tornar isso realidade.”

Fonte: GlobalMeatNews.com, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.


ou utilize o Facebook para comentar