Os 10 melhores hambúrgueres de São Paulo

A lista dos melhores hambúrgueres da cidade não para de mudar, o que é ótimo para o paulistano. Quatro casas e seis sanduíches que não haviam sido apontados no ano passado estão entre os campeões. Tem hambúrguer tradicional que se aprimorou, ousadias que deram certo e, novamente, o destaque para as carnes suculentas chamuscadas na brasa.

Hendrix, Kød

O Kød faz repeteco na lista dos campeões no ano com suas carnes feitas na parilla, direto na brasa. O hambúrguer mais votado deste ano foi o Hendrix, 160g de carne (um blend de Black Angus, Red e Prime), queijo Mogiana da Fazenda Atalaia (em Amparo, no interior de São Paulo), picles da casa, bacon artesanal, cebola roxa e, para arrematar, um pouco de maionese de dill.

Preço: R$ 26.

Onde: R. Simão Álvares, 49, Pinheiros. Tel.: 3360-8189.

Oklahoma Crispy, Cabana

O Cabana Burger, que adota a linha “sem frescuras”, é uma das novidades na lista desse ano. Simples ou duplo, o Oklahoma leva um hambúrguer não muito alto (100g), american cheese, molho e pão da casa – a surpresa é que os onion rings (anéis de cebola bem fritinhos e crocantes) vêm dentro do sanduíche. “Burger com recheio de onion rings resolve o problema do acompanhamento!”, comemora Bráulio Pasmanik, que ainda sugere: “E cadê o recheado com batata chips?”.

Preço: R$ 21 (simples) ou R$ 29 (duplo).

Onde: R. Oscar Freire, 56, Jardim Paulista (possui outros endereços pela cidade). Tel.: 2638-2378

Deluxe, Z Deli

Na lista do ano passado, o Z Deli tinha emplacado o Black Burger, com tutano e molho roti. Agora, o sanduíche mais votado é mais convencional: carne alta (180g), cheddar inglês, bacon bovino, picles, tomate, cebola e maionese com alface. “Impossível pensar em hambúrguer sem pensar em algum lanche deles”, diz Rosa Moraes, que elogia a carne saborosa, sempre no ponto certo. “É de salivar a cada mordida”.

Preço: R$ 28.

Onde: R. Francisco Leitão, 16, Pinheiros. Tel.: 2305-2200. Possui outros endereços na cidade.

Menches, Frank & Charles

“Nem o barulho infernal e o serviço amalucado roubam o deliciosismo dessa carne”, suspira o jornalista José Orenstein, ex-crítico de restaurantes do Paladar. O Frank & Charles passou a usar carne 100% Angus, o que faz a diferença nesse hambúrguer. O Menches é uma grande pedida, com 140g de carne, cheddar nacional e cebola caramelizada ensanduichados no pão artesanal de brioche, levemente adocicado e capaz de sustentar tranquilamente a carne.

Preço: R$ 25,70.

Onde: R. Tinhorão, 130, Consolação. Tel.: 3624-8763.

Blue, St. Louis

O hambúrguer com queijo azul do St. Louis foi reeleito entre os dez melhores de São Paulo. A casa mantém alta qualidade desde a inauguração, há 11 anos, quando ajudou a revolucionar o cenário paulistano com sanduíche fiel à tradição norte-americana. “É um porto seguro”, diz Heloisa Lupinacci. “Sem sensacionalismo e nada de exageros”.

Preço: R$ 29,50.

Onde: R. Batataes, 242, Jardim Paulista. Tel.: 3051-3435.

Old Fashioned, Cadillac

O Cadillac usa carne de gado alimentado exclusivamente de pasto (grass fed) e produtos vegetais que saem direto de uma horta aquapônica. A qualidade dos ingredientes é o que se destaca nesse sanduíche que leva cheddar inglês, alface, tomate, picles, maionese verde e pão de brioche.

Preço: R$ 29.

Onde: R. Juventus, 296, Parque da Mooca. Tel.: 2273-8074

Hambúrguer da capa, Bar Balcão

Esse sanduíche nasceu por encomenda: a dona do Bar Balcão topou testar e adaptar a receita de um hambúrguer americanos para ilustrar uma capa da revista Gula, em 2007. Deu certo, ele entrou no cardápio. A grande diferença é que a carne é mesclada com dois queijos, cheddar e minas padrão, e na montagem o sanduíche leva os mesmos dois queijos ralados e frios sobre o hambúrguer. Para finalizar, pimenta cambuci, tomate fresco, maionese e pepinos em conserva. Faz sucesso há dez anos.

Preço: R$ 28.

Onde: R. Dr. Melo Alves, 150, Cerqueira César. Tel.: 3063-6091.

Holy, Holy Burger

De volta ao ranking, desta vez o Holy entra na seleção com o sanduíche que leva seu nome. “Como melhorar o que já é bom?”, pergunta Nana Caetano. O hambúrguer leva 160g de carne, queijo prato, alface, cebola roxa, picles, bacon, molho de tomate, maionese caseira e brioche artesanal feito na casa. Não por acaso, o lugar diminuto em Santa Cecília vive lotado. As filas de espera, entretanto, não desanimam os fãs, então é bom já ir contando com a demora.

Preço: R$ 27.

Onde: R. Dr. Cesário Mota Júnior, 527, Vila Buarque. Tel.: 4329-9475.

Hambúrguer completo, Vinil

O Vinil volta à seleção. O esquema dessa hamburgueria minúscula no Baixo Pinheiros é o seguinte: o hambúrguer é preparado numa grelha giratória e o cliente escolhe os acompanhamentos, que incluem queijo, picles, cebola caramelizada, bacon, alface e tomate. “Hambúrguer como tem que ser, muito sabor pouca frescura”, diz Gabriela Soares.

Preço: R$ 24.

Onde: R. Padre Carvalho, 18, Pinheiros (tem outra unidade no Butantã). Tel.: 3032-1442.

Cheeseburger, Underdog

Bicampeã, a pequena lanchonete de Pinheiros segue com filas cada vez maiores. O cheeseburguer arranca suspiros. “É um clássico feito com capricho, com gosto de brasa”, diz Gabriela Soares. A inspiração argentina no tratamento das carnes faz a diferença. “A santíssima trindade da grelha em estado pleno: pão, carne e queijo elaborados com apuro no fogo alto”, define Gustavo Mayrink. O lugar seria perfeito se o serviço fosse um pouco mais simpático…

Preço: R$ 22.

Onde: R. João Moura, 541, Pinheiros.

Fonte: Paladar, do jornal O Estado de São Paulo.

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios


ou utilize o Facebook para comentar