Ministério nega ocorrência de antraz em bovinos brasileiros na Turquia

O Ministério da Agricultura afirmou, em nota, “que não procedem as notícias sobre a ocorrência de antraz (carbúnculo hemático) em território turco ser oriunda do Brasil”. A Pasta informou ainda ter sido informada pelo governo da Turquia de que as importações de animais vivos brasileiros pelo país seguem sem interrupções.

O governo da Turquia, por meio da Embaixada em Brasília, comunicou ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento que não procedem as notícias sobre a ocorrência de antraz, mais conhecido como carbúnculo hemático, em território turco ser oriunda do Brasil, informou o Mapa em nota. Dessa forma, a importação de animais vivos do Brasil segue sem interrupções.

Na quarta-feira, notícias da imprensa turca apontavam que havia sido identificada a presença de antraz em bovinos que faziam parte de uma carga composta por quase 4 mil animais vivos provenientes do Brasil. Segundo a imprensa local, os animais foram importados pela Instituição de Carne e Leite do país.

Segundo Maggi, para que 1 boi embarque para exportação, são necessários 21 dias de quarentena antes, além dos 20 dias de viagem. Como a incubação do vírus do antraz (Carbúnculo) é de 21 dias, a contaminação dos bovinos ainda no Brasil, pela visão do ministro, é descartada.

De acordo com notícia veiculada no sitedo “Hurriyet Daily News”, animais infectados foram encontrados em uma propriedade no distrito de Ancara, a capital da Turquia. As vendas de bois foram interrompidas em centros de comercialização próximos. Pecuaristas turcos criticaram os controles realizados pelo governo e afirmaram que seus negócios serão prejudicados.

Ainda segundo a imprensa turca, um carregamento de 3.959 bovinos vivos importados do Brasil chegou pouco antes de um recente feriado islâmico. Depois que alguns morreram já na Turquia, o governo abriu uma investigação, 60 animais foram sacrificados e a propriedade onde eles estavam foi colocada em quarentena.

Fonte: Valor Econômico, DBO e Portal 360, resumida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios


ou utilize o Facebook para comentar