MGA Premix aumenta eficiência de programas de IATF

Estudo mostra eficácia do produto para sincronização do cio de retorno de vacas submetidas à Inseminação Artificial em Tempo Fixo

Recomendado inicialmente para aumentar a eficiência reprodutiva de vacas de corte em monta natural, o produto MGA Premix da Pfizer acaba de ter eficácia comprovada também para animais em Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF). É o que aponta estudo realizado pela Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho (Unesp) – Campus Botucatu. A pesquisa envolveu 378 vacas Nelore paridas e revelou que a sincronização do cio após a IATF, com MGA Premix, aumentou o número de vacas gestantes por inseminação artificial.

No gráfico abaixo, é possível observar os resultados positivos obtidos com o uso de MGA Premix: a porcentagem de vacas inseminadas no cio após a IATF foi de 41,5% para o grupo que recebeu MGA Premix, contra 26% do grupo controle. Além disso, houve uma maior concentração do cio, ou seja, mais vacas foram inseminadas em um menor período de tempo. O resultado final foi uma maior taxa de prenhez para o grupo tratado com MGA Premix (IATF, seguida de IA no cio de retorno – ou seja, no cio seguinte à IATF).

Gráfico 1. Sincronização do cio de retorno, com MGA Premix, de vacas submetidas à IATF

Sobre MGA Premix

MGA Premix é um granulado contendo progestágeno (hormônio reprodutivo), misturado ao sal mineral. Produto de administração oral para sincronização de cio, MGA Premix incrementa a eficiência reprodutiva de vacas de corte.

Sobre IATF

Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF) é uma técnica que permite aumentar a produtividade do rebanho e pode ser aplicada em propriedades de qualquer tamanho. Assim, o produtor passa a ter um melhor controle sobre a reprodução, uma vez que o método permite inseminar o rebanho em horário predeterminado, sem a necessidade de detecção do cio. Com o uso da IATF, o produtor pode inseminar as vacas mais rapidamente, a partir do momento em que estão liberadas para a reprodução. A eficiência reprodutiva em uma fazenda está diretamente relacionada à rentabilidade do negócio.

A Pfizer dispõe de soluções na área de reprodução, tanto para vacas em IATF quanto para vacas em monta natural. A linha reprodutiva Pfizer é composta por CIDR (dispositivo intravaginal de progesterona), Lutalyse (prostaglandina natural), ECP (cipionato de estradiol) e MGA Premix. A Pfizer possui também uma linha de vacinas reprodutivas (CattleMaster 4+L5 e Leptoferm), que completam o conjunto de soluções da empresa em reprodução. Além dos produtos, a companhia oferece assessoria técnica especializada para os fazendeiros. Assim, o produtor recebe orientação personalizada sobre protocolos de sincronização e IATF, de acordo com as necessidades da propriedade.

A Pfizer é a indústria farmacêutica que mais investe em pesquisa e desenvolvimento de novos medicamentos. O resultado desse trabalho são produtos que melhoram a saúde e a vida de milhões de pessoas em todo o mundo. Fundada em 1849 e presente em 150 países, a Pfizer comercializa medicamentos na área de Saúde Humana e Animal.

A Divisão de Saúde Animal está organizada em Unidades de Negócios (Bovinos Corte e Leite, Suínos e Aves, Animais de Companhia e Agrícola) e é líder no mercado de medicamentos veterinários. A empresa desenvolve medicamentos para prevenção e tratamento de doenças de animais de produção e de estimação, além de investir em programas de educação continuada que visam qualidade e produtividade do agronegócio brasileiro, bem como sanidade e bem-estar dos animais.

Para mais informações preencha o fomulário abaixo.


ou utilize o Facebook para comentar