Mercosul e UE se reunirão em Assunção para avançar em acordo comercial

As questões agrícolas centrarão a reunião que acontecerá neste mês em Assunção entre representantes da União Europeia (UE) e do Mercosul para avançar na assinatura do acordo comercial entre os dois blocos, disse nesta quinta-feira o chanceler paraguaio, Eladio Loizaga.

“Temos previsto para este mês de janeiro uma reunião. É preciso fixar uma data para receber também a proposta da UE em relação a alguns temas pendentes, entre eles os que fazem referência ao tema agrícola e ao tema do etanol”, apontou o chanceler aos jornalistas.

O Paraguai atuará durante os próximos seis meses como porta-voz do Mercosul perante a União Europeia, já que o país ocupará neste primeiro semestre a presidência pró-tempore do bloco integrado pelo Brasil, Argentina, Uruguai, o próprio Paraguai e a Venezuela suspensa.

Tantos os interlocutores sul-americanos como os europeus acreditavam em fechar o acordo no final de 2017, mas foram incapazes de aproximar posições sobre as questões mais conflituosas: o comércio de carne e de etanol.

Bruxelas impôs como condição a entrada 600 mil toneladas anuais para o etanol e de 70 mil toneladas de carne bovina, uma quantidade que os países do Mercosul, grandes produtores de carne, consideraram “insuficiente”.

O Mercosul, por sua vez, considera que seus membros já cumpriram com os requisitos exigidos pela UE e esperam agora uma resposta do outro lado do Atlântico, com a comissária de Comércio, Cecilia Mälmstrom, liderando as negociações.

Fonte: EFE, adaptada pela Equipe BeefPoint.


ou utilize o Facebook para comentar