Categories: Giro do Boi

Medida cambial pode ajudar exportações

A BRFoods – uma das maiores exportadoras do País, com vendas externas na casa de US$ 5 bilhões anuais – considera que a nova taxação sobre os contratos de derivativos cambiais anunciada nesta quarta-feira pelo governo será positiva para os agentes que trabalham com comércio exterior. Isso porque, como consequência, o dólar tenderá a ganhar força.

“A medida é bem-vinda porque o dólar reagiu (com alta). Um eventual aumento no custo do hedge pode ser compensado com isso”, afirmou o vice-presidente de Assuntos Corporativos da BRF, Wilson Mello Neto.

A opinião do executivo junta-se à do presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), José Augusto de Castro, que classificou a medida como a “mais eficaz” já tomada até agora pelo governo para frear a queda do dólar.

O governo impôs alíquota de 1%, via Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), sobre os derivativos cambiais, afetando principalmente as posições vendidas dos estrangeiros na BM&FBovespa, que chegaram ao recorde de quase US$ 25 bilhões em contratos futuros e de cupom cambial (DDI). Essas posições podem servir tanto como uma proteção (hedge), como adotam os exportadores, por exemplo, quanto como uma aposta na queda do dólar.

Mello Neto, da BRF, argumenta que as exportações estavam ficando “inviáveis” com o dólar abaixo de R$ 1,56. Com a medida, acredita ele, esse cenário tende a melhorar. “Não podemos perder a competitividade”.

As informações são do Portal exame, resumidas e adaptadas pela Equipe BeefPoint.

This post was published on 28 de julho de 2011

Share

Recent Posts

SP e GO registra aumento dos custos de produção de bovinos confinados

Na 38 a edição do Informativo do Índice de Custo de Produção de Bovinos Confinados… Read More

7 de agosto de 2020

Paraguai: anunciada a construção de um frigorífico de última geração

Dois dos maiores fazendeiros do Paraguai, Horacio Cartes (ex-Presidente da República) e Maris Llorens (ex-proprietária… Read More

7 de agosto de 2020

Pandemia reforça demanda do consumidor por carne bovina, diz líder da indústria dos EUA

A pandemia de Covid-19 reforçou poderosamente a demanda do consumidor norte-americano por carne bovina, disse… Read More

7 de agosto de 2020

Atenção sanitária deixa frigoríficos de carne bovina em alerta constante

Fiscalizações diárias e até de surpresa, além de um forte esquema de higienização e monitoramento… Read More

7 de agosto de 2020

DTechEX: Carne à base de células não será comum até 2040

As carnes criadas em laboratório a partir de células animais não devem ser compradas pelos… Read More

7 de agosto de 2020

Mundo da fantasia – Por Gil Reis

Recentemente uma notícia foi veiculada de forma bombástica pela mídia internacional, em retaliação ao “desmatamento… Read More

7 de agosto de 2020