McDonald’s amplia compra de carne proveniente da pecuária sustentável no Brasil

A Arcos Dorados, maior franquia independente do McDonald’s no mundo, com 2,2 mil lojas, anunciou que vai ampliar a compra de carne produzida por meio de práticas sustentáveis. Desde que começou a investir nessa frente, há três anos, a companhia já quadruplicou o volume de proteína advinda desse modelo de pecuária.

O anúncio foi feito pelo Diretor de Compromisso Social e Desenvolvimento Sustentável da Arcos Dorados, Gabriel Serber, durante o primeiro Summit de Carne Sustentável da América Latina (Latin American Sustainable Beef Vision Summit), promovido pela GRSB (Global Roundtable for Sustainable Beef) e sediado na Hamburger University, em São Paulo. “Temos um compromisso global de sustentabilidade, que chamamos Escala para o Bem. Organizado em torno de cinco eixos, como Nutrição Infantil, Carne Sustentável, Embalagem & Reciclagem, Mudanças Climáticas e Oportunidade e formação para emprego jovem, a Escala para o Bem reforça nossa estratégia de gerar impactos positivos através do negócio, para as pessoas e para o planeta. Nossa meta de ampliar progressivamente o consumo de carne mais sustentável é uma das maneiras que temos de gerar transformações e influenciar também o setor nessa direção”, afirma Gabriel.

Para serem consideradas fazendas com pecuária sustentável elas devem seguir uma série de boas práticas internacionais, como terem desmatamento zero, não estarem localizados em unidades de conservação ou áreas indígenas, não terem trabalho análogo ao de escravo ou trabalho infantil e passarem por auditorias de verificação periódicas feitos por entidades externas. Além disso, devem atender aos indicadores e critérios do GTPS. Todo esse trabalho tem como foco preservar a biodiversidade em geral e ao mesmo tempo aumentar a eficiência e produtividade – produzindo mais na mesma quantidade de terra, respeitando os aspectos éticos, humanos e ambientais e promovendo práticas de bem-estar animal.

A Sustentabilidade sempre fez parte da agenda da Arcos Dorados, comenta Leonardo Lima, Diretor Corporativo de Desenvolvimento Sustentável. A empresa desempenhou um papel fundamental de liderança na criação do GRSB em 2011, responsável por desenvolver um conjunto global de princípios e critérios para a carne bovina sustentável. Tem ainda, trabalhado para desenvolver sua rede de fornecedores com foco em atender aos critérios definidos pelo Grupo de Trabalho de Pecuária Sustentável – GTPS. ” Um exemplo é o apoio à Pecsa – Pecuária Sustentável da Amazônia, empresa de gestão e parceria agropecuária que desenvolve suas atividades na região de Alta Floresta, no Mato Grosso, com iniciativas que passam pela mecanização até métodos mais eficazes de rastreamento de produto” destaca o executivo.

“Essa é uma preocupação histórica, um assunto prioritário dentro da companhia. Prova disso são as certificações que foram conquistadas junto a entidades de relevância no setor, como a Marine Stewartship Council (MSC) para o peixe do McFish, a Forest Stewardship Council (FSC) para as nossas embalagens, e a Rainforest Alliance para o nosso café. Temos orgulho por termos sido pioneiros em mais um avanço sustentável. Esperamos incentivar todo o setor a fazer o mesmo”, destaca Lima.

Fonte: Assessoria de Imprensa.

This post was published on 15 de julho de 2019

Share
Published by
Equipe BeefPoint

Recent Posts

CEPEA: Preço interno segue operando na máxima nominal

A baixa oferta de animais para abate mantém os preços diários da arroba operando nas… Read More

17 de setembro de 2020

Pecuaristas e industriais paraguaios avançam para criar o instituto da carne

Os pecuaristas e industriais do Paraguai, após um longo período, voltaram a reunir-se com o… Read More

17 de setembro de 2020

Coalizão entre agronegócio e ONGs propõe ao governo ações contra desmatamento

Uma coalizão formada por 230 representantes do agronegócio, de entidades não-governamentais (ONGs) e outros setores… Read More

17 de setembro de 2020

Arroba segue firme, mesmo com consumidor retraído

Nesta terça-feira, o mercado físico do boi gordo operou com maior cautela e foi marcado… Read More

17 de setembro de 2020

CNA: reforma tributária isenta 80% dos produtores do País

O presidente do Instituto CNA, da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Roberto… Read More

17 de setembro de 2020

Rabobank aponta novas oportunidades para proteína animal na China no pós Covid-19 e PSA

O mercado de proteína animal na China tem experimentado grande volatilidade nos últimos anos. Conforme… Read More

17 de setembro de 2020