Lucro na fazenda de pecuária é baseado em tripé

O lucro na fazenda de pecuária tem a ver com basicamente um tripé: produção de arrobas por hectare (quanto mais arrobas por hectares a fazenda produz, maior a chance de ter lucro), produção de arrobas por cabeça (que tem um índice de correlação muito alto com a produção de arrobas por hectare) e o custeio. 
Pode parecer muito óbvio, mas isso é a parte fundamental do raciocínio do pecuarista que está planejando seu sistema de produção.

Isso envolve todos os fatores dentro de uma fazenda, todos os processos, como nutrição, manejo do pasto, pessoas, manutenção (estrutura, máquinas), taxa de lotação animal, genética do rebanho, sanidade, manejo do gado, dados de desempenho (ganho de peso), administração, capacitação. Todos os processos são interligados e levarão ao resultado, que está relacionado a esse tripé.

Esse conteúdo é derivado da aula mensal da Universidade BeefPoint.

Inscreva-se: http://www.beefpoint.com.br/ubeef1

Siga o BeefPoint no Instagram: @beefpoint.


Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios


ou utilize o Facebook para comentar