Categories: Entrevistas

João Luís Chichorro fala sobre adoção de novas tecnologias em confinamento e a profissionalização do setor

Durante a Feicorte 2010, André Camargo conversou com João Luís Chichorro, da Mendes & Mendo a respeito da adoção de novas tecnologias em confinamento e a profissionalização do setor.

“A produção está cada vez mais se tecnificando e o desafio hoje é o uso dessa tecnologia dentro dos confinamentos”.

“Os confinadores estão percebendo que como as margens têm diminuído, a saída realmente é investir em tecnologia para maximizar o lucro e ter menos desperdício. Com isso a cadeia como um todo sai ganhando, pois começamos a ter mais segurança alimentar e outros benefícios indiretos que são fundamentais”.

“Visualizando essa necessidade, a nossa empresa que trabalhava basicamente na prestação de serviços, elaboração de projetos e acompanhamento da implantação, agora está trabalhando na concepção de equipamentos para processamento de grãos”.

“Eu tenho percebido que nos últimos anos o confinamento está se tornando mais industrial. E como uma indústria, cada vez mais fatores influenciam o resultado. Um exemplo é a questão de meio ambiente, esse é um assunto que tem que ser lembrado por todos, precisa estar enraizado e é fundamental para o confinamento”.

“No ano passado tivemos situações difíceis que tornaram 2009 um ano muito atípico e irregular para o pecuarista. A sorte é que aconteceu praticamente tudo em ano só. Agora estamos vendo uma acomodação nesse mercado, mas o horizonte ainda não está muito claro. Porém essa retomada é lenta e não é de se esperar uma melhoria muito rápida”.

“Apesar de todos os problemas, sinto que o setor de confinamento está passando por um momento importante, que é o aumento da tecnificação e essa mudança para um modelo mais industrial, como já vem acontecendo com a suinocultura e avicultura”.

“Eu acho que esse ano vai ser bem melhor e relativamente parecido com 2008”.

O desenvolvimento deste projeto só foi possível graças ao apoio da Allflex, In Vitro Brasil e Pioneer Sementes, que confiaram no trabalho da Equipe BeefPoint e viabilizaram a produção das entrevistas gravadas na Feicorte 2010.

This post was published on 22 de julho de 2010

Share

View Comments

  • REALMENTE FICO MUITO SATISFEITO QUE AINDA EXISTA GENTE COMO VC NO MUNDO.. Mestre Paulo!!!
    Juntos iremos mudar e aproveitar melhor esse mundo, e deixar coisas boas para nossos filhos!!!
    Grande abraço e muito obrigado pelo comentário, fico relamente grato e emocionado!!!
    Att,
    João Luís Chichorro

Recent Posts

Governo espanhol investe € 5,2 milhões em projeto de carne cultivada

O governo espanhol vai investir em um projeto de carne cultivada de € 5,2 milhões… Read More

22 de janeiro de 2021

CEPEA: Preço médio sobe quase 7% em jan/21, a maior alta da série para o período

Em janeiro, a arroba do boi gordo negociada no mercado paulista (Indicador CEPEA/B3) registra média… Read More

22 de janeiro de 2021

Biden anuncia retorno dos EUA ao Acordo de Paris

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou o retorno dos Estados Unidos ao Acordo… Read More

22 de janeiro de 2021

Milho para a pecuária vai ser mais caro em 2021

Pecuarista, prepare-se se na dieta do seu gado está a compra de rações e grãos.… Read More

22 de janeiro de 2021

Indonésia importará gado e carne para preencher lacuna no abastecimento doméstico

A Indonésia importará 502.000 cabeças de gado e 85.500 toneladas de carne bovina para ajudar… Read More

22 de janeiro de 2021

IMAC pretende promover a produção sustentável da carne brasileira para outros países

Nesta quinta-feira (21), o Instituto Mato Grossense da Carne informou que pretende promover a carne… Read More

22 de janeiro de 2021