Categories: Entrevistas

João Luís Chichorro fala sobre adoção de novas tecnologias em confinamento e a profissionalização do setor

Durante a Feicorte 2010, André Camargo conversou com João Luís Chichorro, da Mendes & Mendo a respeito da adoção de novas tecnologias em confinamento e a profissionalização do setor.

“A produção está cada vez mais se tecnificando e o desafio hoje é o uso dessa tecnologia dentro dos confinamentos”.

“Os confinadores estão percebendo que como as margens têm diminuído, a saída realmente é investir em tecnologia para maximizar o lucro e ter menos desperdício. Com isso a cadeia como um todo sai ganhando, pois começamos a ter mais segurança alimentar e outros benefícios indiretos que são fundamentais”.

“Visualizando essa necessidade, a nossa empresa que trabalhava basicamente na prestação de serviços, elaboração de projetos e acompanhamento da implantação, agora está trabalhando na concepção de equipamentos para processamento de grãos”.

“Eu tenho percebido que nos últimos anos o confinamento está se tornando mais industrial. E como uma indústria, cada vez mais fatores influenciam o resultado. Um exemplo é a questão de meio ambiente, esse é um assunto que tem que ser lembrado por todos, precisa estar enraizado e é fundamental para o confinamento”.

“No ano passado tivemos situações difíceis que tornaram 2009 um ano muito atípico e irregular para o pecuarista. A sorte é que aconteceu praticamente tudo em ano só. Agora estamos vendo uma acomodação nesse mercado, mas o horizonte ainda não está muito claro. Porém essa retomada é lenta e não é de se esperar uma melhoria muito rápida”.

“Apesar de todos os problemas, sinto que o setor de confinamento está passando por um momento importante, que é o aumento da tecnificação e essa mudança para um modelo mais industrial, como já vem acontecendo com a suinocultura e avicultura”.

“Eu acho que esse ano vai ser bem melhor e relativamente parecido com 2008”.

O desenvolvimento deste projeto só foi possível graças ao apoio da Allflex, In Vitro Brasil e Pioneer Sementes, que confiaram no trabalho da Equipe BeefPoint e viabilizaram a produção das entrevistas gravadas na Feicorte 2010.

This post was published on 22 de julho de 2010

Share

View Comments

  • REALMENTE FICO MUITO SATISFEITO QUE AINDA EXISTA GENTE COMO VC NO MUNDO.. Mestre Paulo!!!
    Juntos iremos mudar e aproveitar melhor esse mundo, e deixar coisas boas para nossos filhos!!!
    Grande abraço e muito obrigado pelo comentário, fico relamente grato e emocionado!!!
    Att,
    João Luís Chichorro

Recent Posts

Produção de carne bovina nos EUA cai 21% em abril por conta do coronavírus

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a produção de carne nos Estados Unidos… Read More

25 de maio de 2020

Fechada para clientes, churrascaria assa carne na calçada na zona leste de SP

Desde as 3h deste domingo cerca de 80 quilos de costela permaneceram rodeadas de fogo,… Read More

25 de maio de 2020

Marfrig tem 25 casos positivos de covid-19 em funcionários de unidade de Várzea Grande (MT)

A Marfrig Global Foods foi notificada sobre testes positivos para covid-19 em 25 funcionários de… Read More

25 de maio de 2020

Ajustes em frigoríficos vieram para ficar, afirma especialista

As medidas de segurança adotadas no ambiente frigorífico para tentar mitigar o risco de contaminação… Read More

25 de maio de 2020

Cadeia de fornecimento da indústria de carnes está falhando, mas fazendas menores ainda podem atender às necessidades dos consumidores nos EUA

Will Harris ficou alarmado com as notícias de produtores sacrificando seus animais porque matadouros e… Read More

25 de maio de 2020

Brasil alcança abertura de 60 mercados para produtos agropecuários

O Brasil alcançou a marca de 60 mercados externos abertos para produtos agropecuários desde janeiro… Read More

25 de maio de 2020