JBS participa da principal feira de negócios da China com enfoque em produtos de valor agregado

A JBS estará presente na primeira edição da China International Import Expo (CIIE), que já é considerada a maior feira de negócios do país.

O evento acontecerá entre os dias 5 e 10 de novembro, em Xangai, quando a Friboi, a Seara e a JBS Novos Negócios terão a oportunidade de apresentar seus portfólios, com enfoque em produtos de valor agregado, além de entender de perto as necessidades e demandas dos clientes, prospectar novas parcerias e oferecer soluções para os diversos canais de venda de um dos maiores mercados do mundo.

A Friboi, líder e referência em carne bovina no Brasil, fará o lançamento oficial da marca na China, além de apresentar os produtos de sua linha premium 1953 e cortes especiais porcionados. Recentemente, a JBS Carnes anunciou investimentos de R$ 45 milhões na modernização de suas plantas no Brasil habilitadas para exportar carne bovina para a China, já com vistas às possibilidades de expansão na oferta de produtos para aquele mercado.

“Hoje, a China corresponde a mais de 20% de toda a exportação da JBS, o que faz do país um dos principais destinos dos nossos produtos. Acreditamos na expansão de negócios na região e temos a expectativa de duplicar o percentual de crescimento em volume de carne bovina para o mercado chinês, em relação ao ano passado. A CIIE será uma excelente oportunidade para fecharmos novas parcerias e seguirmos a curva de crescimento da Companhia no país”, explica Renato Costa, presidente da JBS Carnes.

A Seara, por sua vez, apresentará com exclusividade na feira a linha Freshly Frozen, com cortes de aves com Certificação Halal e alimentadas com ração vegetal. Os produtos, que estarão disponíveis para venda a partir de janeiro de 2019, levarão aos consumidores maior comodidade e praticidade, pois serão vendidos em embalagens menores, com peças congeladas individualmente e zip lock.

Presente no maior mercado consumidor do mundo com produtos do Brasil desde meados de 2010, a Seara exporta itens de frango e suínos para a China com distribuição em canais de venda tradicionais, além de comercializar cortes suínos no e-commerce. A partir da CIIE, a expectativa é ampliar a oferta local de produtos.

“Temos boas perspectivas de expandir negócios durante a feira, tanto para o segmento de cortes de aves quanto de suínos, pois o mercado chinês tem crescido substancialmente e se profissionalizado cada vez mais. Os consumidores chineses também estão mais conscientes, aprimorando seus conhecimentos sobre proteína animal e, portanto, diversificando suas exigências e demandando cada vez mais inovação e segurança dos alimentos”, diz a presidente da Seara, Joanita Karoleski.

A executiva também destaca que a empresa precisa estar cada vez mais próxima de um de seus principais mercados externos e, por isso, mantém um escritório em Xangai, responsável por atender os clientes localizados na China Continental, desde março de 2017.

Já a JBS Novos Negócios participará da CIIE com três de suas divisões: NovaProm, Natural Casings e Orygina. A primeira levará colágeno bovino, que pode ser utilizado em diversos produtos cárneos e lácteos, proporcionando inúmeros benefícios aos alimentos; enquanto a segunda apresentará envoltório natural de origem bovina, utilizado na fabricação de embutidos, como salames e linguiças. Por fim, a Orygina vai expor produtos demandados em áreas de pesquisa e produção de bens de proteção à saúde humana e animal.

“A presença da JBS Novos Negócios na CIIE será voltada para entender as especificidades de potenciais clientes locais, que já apresentam alta demanda para itens que compõem o nosso portfólio. Como a abertura do mercado chinês pode acontecer em breve, nossa presença na feira será uma excelente oportunidade para mapearmos futuras demandas de modo a estarmos aptos a fazer os primeiros embarques tão logo sejam firmados acordos entre os dois países”, complementa o presidente da JBS Novos Negócios, Nelson Dalcanale.

Os visitantes que passarem pelo estande de 145 metros quadrados da JBS na CIIE também terão a oportunidade de conhecer as marcas de carne bovina Great Southern e Aberdeen Black, da Austrália, e da Chef´s Exclusive e Aspen Ridge, dos Estados Unidos.

No espaço também serão servidos alguns produtos preparados na hora, como filé mignon e bife ancho da marca 1953, além de galeto e asinha de frango, e barriga e costelinha de porco da Seara, além de pratos típicos chineses. Ainda, na noite do dia 6, a JBS promoverá um jantar para 120 CEOs, VPs e diretores de seus principais clientes no mercado chinês, além de autoridades locais.

A CIIE será realizada no National Exhibition and Convention Center de Xangai e contará com expositores de cerca de 130 países. São esperados mais de 150 mil compradores durante o evento, que vão circular por uma área de 240 mil metros quadrados.

Qualidade

A qualidade será um dos principais pilares reforçados pela JBS durante a CIIE. O tema norteia todas as operações da Companhia, desde o relacionamento com os fornecedores até os cuidados na produção dos alimentos de ponta a ponta – da matéria-prima até a mesa do consumidor. A JBS exporta para mais de 150 países e é auditada constantemente por esses países. No Brasil, há dois mil profissionais dedicados a garantir a qualidade dos produtos e, todos os anos, mais de 70 mil funcionários têm treinamento obrigatório nessa área.

A JBS conta, ainda, com uma diretoria global de segurança dos alimentos e garantia de qualidade. Comandada por Alfred Almanza, executivo que trabalhou mais de 40 anos no Departamento de Agricultura, Segurança Alimentar e Serviço de Inspeção dos Estados Unidos (USDA), a área tem como objetivo elevar os padrões e garantir a mais alta confiabilidade de seus produtos nos países onde a Companhia opera.

A JBS na China

A China e o mercado asiático como um todo estão em franca expansão e trazem excelentes oportunidades de negócio para a JBS. A Companhia está presente no mercado chinês desde 2006, quando foram feitos os primeiros embarques de produtos de suas unidades de negócio no mundo.

Pela Friboi, os primeiros embarques de carne bovina foram feitos em 2015 e, desde então, a empresa continuamente dedica esforço e investimento para ampliar sua capacidade de produção e exportação para o país. Atualmente, são seis plantas habilitadas a exportar para a China: Iturama e Ituiutaba (MG), Lins e Andradina (SP), Mozarlândia (GO) e Barra do Garças (MT).

Já a Seara está presente no mercado chinês desde a abertura do mercado para o frango brasileiro, em meados de 2010, e conta, atualmente, com 13 plantas habilitadas para exportar para o maior mercado consumidor do mundo: Amparo, Guapiaçu, Itapetininga e Nuporanga (SP), Forquilhinha, Itapiranga, Nova Veneza, São José e Seara (SC), Montenegro e Passo Fundo (RS), Rolândia (PR) e Sidrolândia (MS). Para o segmento de suínos, a Companhia possui outras duas unidades com habilitação para o país asiático, ambas localizadas no estado de Santa Catarina: Itapiranga e São Miguel do Oeste.

A estratégia da JBS para crescer na China se concentra no atendimento às demandas específicas dos clientes locais, com foco em segmentação de canal, como B2B, food service, varejo e e-commerce; bem como em embalagem e porcionamento. Ao mesmo tempo em que a Companhia conta com um portfólio diversificado de produtos de valor agregado de diferentes proteínas animais, a JBS entende a complexidade do mercado chinês e tem capacidade para produzir em larga escala e atender plenamente as demandas locais.

Fonte: JBS.

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios


ou utilize o Facebook para comentar