Jayme Monjardim abre casa de churrasco uruguaio feito em parrilla

O bairro de Santo Antônio de Lisboa é conhecido por ter o pôr do sol mais bonito de Florianópolis (SC), capaz de tingir a mansa baía de luz e alvoroçar as gaivotas. Na região tipicamente açoriana, há a famosa rota gastronômica de frutos do mar. Com uma proposta diferente, Jaime Monjardim – diretor de grandes obras como Olga, Maysa, A Casa das Sete Mulheres, Chiquinha Gonzaga, Pantanal e Roque Santeiro – abriu há dois meses uma casa de parrilla para servir o típico churrasco uruguaio em terras manezinhas.


Florianópolis, Santo Antônio Parilla, carnes das grelhas uruguaias. Foto: divulgação

O restaurante Santo Antônio Parrilla é comandado por seus sócios, o simpático casal uruguaio Jorge Gonzalez e Karina Vicente. Ela cuida do atendimento, enquanto Jorge assume a cozinha.

O uruguaio se formou em gastronomia há 24 anos e começou a vida profissional no Morini, na cidade Velha, em Montevidéu. Depois foi para Espanha, trabalhou no Gran Hotel, Salamanca e Chez Victor, restaurante com duas estrelas Michelin. Mas sua especialidade é a parrilla.

“São carnes de qualidade, que dispensam o uso do espeto, são preparadas com fogo forte e cortes diferenciados”, explicou.”

Monjardim, que se disse um carnívoro inveterado, explicou que “a parrilla é o nome que se dá às grelhas móveis criadas pelos uruguaios e argentinos para preparar as carnes e verduras. Nas parrillas, diferentemente do que acontece nas churrasqueiras tradicionais, são utilizadas apenas as brasas incandescentes. A madeira ou o carvão são queimados separadamente, evitando que a queima do carbono interfira no gosto do alimento”.



Jayme Monjardim, diretor e dono do restaurante. Foto: divulgação

O cardápio do Santo Antônio Parrilla é enxuto e suculento. São seis opções de carnes – t-bone (R$ 83), bife de vazio (R$ 80), picanha (R$ 75), entrecôte (R$ 58), costela (R$ 45) e linguiça artesanal de porco, feita por Jorge (R$ 25). Os cortes costumam servir duas pessoas. A carne vem de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, de bois da raça Angus. Para acompanhar, há oferta de porções como arroz, saladas, batatas, queijo provolone, pimentão recheado com queijo, os valores variam de R$ 12 a R$ 35. Também há a massa artesanal do dia com molhos à base de laticínios, R$ 42.

As sobremesas também são apetitosas. Destaque para a panqueca com doce de leite uruguaio (R$ 28) e para a Delícia de Morango, com as frutas curtidas no aceto balsâmico com pimentae  servidas com creme coberto por merengue e hortelã (R$ 32).

Serviço
Santo Antônio Parrilla

Rodovia Gilson da Costa Xavier, 224, Santo Antônio de Lisboa – Florianópolis

Aberto às quintas e sextas das 19h às 23h45

Sábados das 11h30 às 16h e das 19h15 às 23h45

Domingos das 11h30 às 19h

Telefone: (48) 3025-2658

Fonte: Gazeta do Povo.




Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios


ou utilize o Facebook para comentar