Internet na fazenda – qual você usa?

O BeefPoint fez uma pesquisa sobre as opções de se levar internet na fazenda (rádio, celular, satélite, etc) com alunos do AgroTalento e usuários do BeefPoint.

De acordo com as informações coletadas, o maior custo informado foi de R$ R$ 360,00 mensais e o menor, de R$ 79,99 mensais, com um custo médio de R$ 159,93 mensais.

O tipo predominante de internet em fazendas é o via rádio e a velocidade predominante é de 2 MB.

Confira abaixo as informações coletadas:

Em Rondonópolis/MT: Internet INEXA, pacote 2 MB empresarial rural. Mensalidade R$299,00. Custos de instalação com torre para sinal e configuração de roteador (sem relação com a inexa).

Em Rio Verde/GO: Plano Vivo Internet box 10 GB, por R$ 119,33.

Em uma região a 18 km de Bagé/RS: Vivo Internet Box 40 GB 3G Plus/4G por R$182,80, mensais, “mas é lenta e instável”, de acordo com informações do usuário. A opção de colocar internet via rádio é muito cara, pois só de antenas custa R$1.600, mais uma manutenção mensal que varia conforme os Gigabytes.

Na Bahia e Goiás, um usuário disse que sempre usou internet via rádio, fornecida pela empresa JT Engenharia, de Uberaba.

Em Guaraniaçu/PR, o proprietário usa o Plano Tim do celular, que, segundo ele, tem um sinal forte atualmente. Com um roteador e uma antena, e um chip com número diferente, os ajudantes da fazenda também conseguem acesso à rede.

Em uma fazenda a 50 km da cidade mais próxima (Nova Xavantina/MT), a internet é via rádio (companhia Infobarra), pacote de 2 MB, R$ 270,00 mensal.

Em Pântano Grande/RS: Internet via rádio, velocidade 2 MB, R$80,00/mês, empresa regional TMW.

No Acre, a internet wifi é via rádio, com o provedor no município de Acrelândia/AC. Velocidade de 2 MB, com custo mensal de R$ 300,00 por fazenda e custo de implantação de aproximadamente R$30 mil para as duas fazendas com as duas torres e todos os equipamentos.

Em Ponta Grossa/PR: Internet via rádio (antena simples, mini parabólica), com velocidade de 2 Mb, a um custo de 89,90 por mês, pela empresa local Intercomm.

Em Lambari D’Oeste/MT: internet via rádio, R$ 120,00 mensais e 1 MB.

Em Camapuã/MS: internet via rádio, com velocidade de 1Mb; custo mensal: 90,00; custo de instalação: R$ 2.500,00.

Em Amarante/MA, internet via satélite velocidade de 256k (IP dedicado), R$ 138/mês. Custo de R$ 800 para instalação. Tem opção até 2mb chegando a custar R$ 1000,00. Empresa HUGES.

Em Belém/PA: internet via rádio, com construção de torre de 42 metros ao custo de R$ 6.300, 00, compra de antena a R$ 3.500,00 e custo de R$ 100,00 por mês, 2MB de velocidade com dados ilimitados.

Em Serra/ES: Internet móvel da Vivo 3G/4G(+/- de 1MB até 5MB), no plano 8GB por R$79,99/mês. Custo do modem foi de R$154,00 (único custo).

São José do Rio Preto/SP: internet da Vivo (como se fosse um celular em forma de modem roteador que compartilha através de Wi-fi). Valor:R$400,00 do modem e R$130,00 mensais.

Em Apucarana/PR: internet via rádio, Alfasys internet. R$ 360,00 mensais.

Pimenta Bueno/RO: internet via rádio. Velocidade de 1Mb por R$100.00 mensais.

Zona da Mata Mineira: Internet via rádio. R$ 100,00 mensais, velocidade de 2 MB, pela empresa Starnet.

E você, usa internet na sua fazenda? Informe nos comentários abaixo as informações referentes à sua região. 

Fonte: BeefPoint e AgroTalento.

4 thoughts on “Internet na fazenda – qual você usa?”

  • Walter Magalhães Jr - 29/05/2016

    Fazenda em Juti-MS. Internet via rádio,,Fátima Vídeo de Fátima do Sul- MS. Custo R$200,00/mês. Instalação equipamentos R$2.800,00 na época. Já possuia torre em razão de ter comunicação por rádio interna.

  • Pedro Sanches - 02/06/2016

    Estância em Nova Bandeirantes-MT. Internet via rádio,20km de distância, 1 MB, instalação ao custo com antena e equipamentos R$ 7.200,00 dividido por 4 pontos(entre vizinhos) + custo mensal de R$100,00. Empresa Excelsiornet.

  • Osvaldo Del Grossi - 09/06/2016

    Fazenda em Juara-MT à 18 km da cidade e 14,7 em linha reta; utilizamos internet via rádio com uma antena Nanobem(ponto a ponto) na “soleira” da casa e outra na torre do provedor; 256 k por R$75,00 mensais, boa porém as vezes lenta e com algumas quedas na conexão. Sinal de celular… “cheio”.

  • Fabiano Freitas - 20/06/2016

    Bom dia!
    Como podemos observar, a internet “rural” ainda é muito cara e pouco eficiente em termos de velocidade e preço, sem contar que não existe, pelo menos a curto prazo, nem um PLANO GOVERNAMENTAL para, pelo menos, facilitar o acesso e uso desse tipo de tecnologia tão importante para o meio rural.
    Gostaria de sugerir aos gestores do site e usuários, que se inicie uma coleta de sugestões e assinaturas, para que possamos pressionar o governo a lançar algum programa de inclusão dessa tecnologia no campo, de preferencia com subsidios para que esse acesso seja fácil e a custos compatíveis com a renda de produtores e moradores rurais.
    Assim, incentivaríamos muito a permanencia de proprietários e funcionários no meio rural, facilitando assim, até mesmo o acesso ao comércio digital.

    Atenciosamente,

    Fabiano Freitas
    Zootecnista – Ger. Administrativo
    Paragominas – PA

Os comentários estão fechados.


ou utilize o Facebook para comentar