Indústria de carne vermelha da Austrália pede apoio do governo

O Conselho da Indústria da Carne Australiana (AMIC, na sigla em inglês) pediu ao governo federal que dê apoio financeiro à indústria de carne vermelha após sofrer longos períodos de seca e inundação.

O pedido do CEO da AMIC, Patrick Hutchinson, veio depois que o governo da Austrália do Sul prometer A$ 7,5 milhões (US$ 5,32 milhões) em apoio à indústria local de carnes vermelhas.

A AMIC disse que apoia a medida do governo regional, que ajudará a apoiar o crescimento, a produtividade e a biossegurança da indústria local de produção de carne vermelha do estado.

Hutchinson disse que a cadeia de fornecimento de carne vermelha no país estava “se esforçando para se recuperar” e se não houvesse apoio maior do governo, a indústria de carne vermelha poderia enfrentar o mesmo destino de muitas indústrias que não prosperaram.

A entidade disse que a indústria  de carne vermelha p contribuiu com cerca de A$ 21 bilhões (US$ 15 bilhões) para o PIB da Austrália e foi o maior exportador agrícola da Austrália, gerando uma receita de A$ 16 bilhões (US$ 11,3 bilhões).

Os produtores australianos enfrentam uma das piores secas de sua história e houve inundações no estado de Queensland.

“Embora tenhamos visto a pior seca em memória viva e as recentes inundações catastróficas em Queensland, que afetaram uma parte da cadeia de fornecimento, a devastação reverberou ao longo de toda a cadeia de suprimento de carne vermelha, afetando muitos processadores e pequenos fabricantes de produtos, açougueiros independentes, muitos dos quais são proprietários de pequenas empresas na Austrália regional e rural ”, disse Hutchinson.

“Além disso, eles enfrentam outra seca –  uma seca de trabalhadores causada por um sistema de vistos inadequado, falta de barreiras não-tarifárias para os mercados de exportação, custos operacionais excessivos como energia e aumento da burocracia. ”

A AMIC apresentará um relatório a todas as partes dentro do Governo Federal nesta semana e pedirá que o custo excessivo de burocracia seja reduzido.

Fonte: GlobalMeatNews.com, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.


ou utilize o Facebook para comentar