Categories: Giro do Boi

Impossible Foods estreia produtos de carne de porco “fake”

A Impossible Foods, fabricante do hambúrguer homônimo à base de soja, está lançando dois produtos de carne de porco “fake” na conferência CES, em Las Vegas: Impossible Pork e Impossible Sausage, acirrando a concorrência com a Beyond Meat.

A Impossible, com sede no Vale do Silício, planeja distribuir cerca de 25 mil amostras na feira de eletrônicos de consumo esta semana. A salsicha vegana será lançada a partir do fim de janeiro em 139 restaurantes do Burger King e em cinco mercados de teste.

Assim como seu hambúrguer não bovino, ambos os produtos suínos usam a soja como ingrediente principal e contêm “heme”, uma molécula com ferro que dá aos produtos a aparência e sabor de carne e que é feita a partir de um fermento geneticamente modificado.

“O heme é o ingrediente mágico que dá todo o sabor da carne”, disse Laura Kliman, cientista sênior de sabor da Impossible. “Obviamente, o sabor da carne de porco é muito diferente da carne bovina – há menos heme na carne de porco. Segundo ela, o heme ainda é o principal ingrediente, “apenas em quantidades diferentes”.

Também existem grandes diferenças de textura que a empresa teve que levar em conta no desenvolvimento do produto. A carne de porco é mais macia e fresca que a bovina, disse Kliman. Embora os ingredientes para a carne de porco, salsicha e carne bovina sejam semelhantes, as formulações são diferentes.

A carne de porco foi desenvolvida com a participação de chefs de Hong Kong e Cingapura. A China, o maior país consumidor de carne suína do mundo, também é fundamental para os planos da Impossible.

“Nossa missão é global e, com 40% da carne consumida na Ásia, estamos muito focados em garantir que possamos entrar em grandes mercados como a China o mais rápido possível”, disse o diretor financeiro da Impossible, David Lee, em entrevista à Bloomberg Television. Ele disse que a empresa não tem uma data específica neste momento.

Com o maior interesse dos consumidores por alimentos à base de plantas, fabricantes do setor correm contra o tempo. A Beyond Meat, maior concorrente da Impossible, já possui produtos que imitam o sabor da carne bovina e suína no mercado. Outras empresas, como a Nestlé, a Conagra Brands e até a gigante de produtos de carne de porco Smithfield Foods, lançaram produtos de carne fake.

A Impossible se diz comprometida com a missão de retardar a mudança climática: a pecuária representa cerca de 14,5% de todos os gases de efeito estufa produzidos pela atividade humana. Embora a carne bovina e o leite sejam de longe os que mais contribuem, com 62% das emissões do setor, os porcos estão em segundo lugar, respondendo por cerca de 10%, segundo uma agência da ONU. No entanto, a carne de porco é muito mais consumida: globalmente foram cerca de 120 milhões de toneladas em 2018, em comparação com 70 milhões de toneladas de carne de bovina, de acordo com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico.

Fonte: Bloomberg.

This post was last modified on 7 de janeiro de 2020 11:05

Share
Published by
Equipe BeefPoint

Recent Posts

Mudei de carreira e hoje tenho resultados expressivos na fazenda da família

Diogo Serpa trabalhava na construção civil e também na fazenda. Ele gostava mais de sua atividade na fazenda, mas se… Read More

18 de fevereiro de 2020

Os melhores hambúrgueres do mundo, escolhidos pelas estrelas da gastronomia

O humilde hambúrguer raramente ocupa um lugar nos restaurantes requintados tradicionais, mas para muitos dos melhores chefs é um dos… Read More

18 de fevereiro de 2020

Empresa russa começa a fornecer carne bovina para o Brasil

Brasil começou a receber as primeiras 13 toneladas de carne bovina, depois da autorização dada à Rússia em agosto de… Read More

18 de fevereiro de 2020

Balizador de Preços do Boi Gordo GPB – Boletim de 17-fevereiro-2020

== PS: Inscrições abertas para o AgroTalento 2020 O método simples e comprovado de você ter uma Fazenda Expressão: Lucro,… Read More

18 de fevereiro de 2020

CNA: VBP terá valor recorde em 2020

O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP), que mede o faturamento bruto da atividade “dentro da porteira” deve alcançar valor… Read More

18 de fevereiro de 2020

Adidos agrícolas auxiliaram na abertura de mercado para produtos agropecuários em 2019

Em 2019, a atuação dos adidos agrícolas teve desempenho favorável nas negociações de acordos internacionais de comércio, na superação de… Read More

18 de fevereiro de 2020