Importações chinesas de carnes continuam em forte alta

As importações de carnes da China confirmaram as expectativas e continuaram em forte alta em outubro, em meio à epidemia de peste suína africana que reduz o plantel de porcos do país de forma expressiva e obriga o país a ampliar as compras de proteínas no exterior.

Segundo dados do serviço aduaneiro chinês, as importações de carne suína do país somaram 177,4 mil toneladas em outubro, 113,9% mais que no mesmo mês do ano passado. No caso da carne bovina, o volume cresceu 63,2% na comparação, para 150,8 mil toneladas, enquanto as compras de carne de frango e miúdos congelados cresceram 64%, para 66,9 mil toneladas e as de carne de cordeiro aumentaram 42,3%, para 28,3 mil toneladas.

A aduana chinesa também divulgou o balanço das importações agrícolas do país. Diante de uma demanda menor para a produção de ração, as compras de soja em grão somaram 6,2 milhões de toneladas em outubro, 10,7% menos que no mesmo mês do ano passado. Já as importações de milho cresceram praticamente 13%, para 91,2 mil toneladas, ao passo que as de trigo subiram 20,6%, para 253,9 mil toneladas, e as de algodão recuaram 32,4%, para 70 mil.

Fonte: Valor Econômico.

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios


ou utilize o Facebook para comentar