Categories: Giro do Boi

Funcionário da Sanderson Farms testa positivo para COVID-19

Um trabalhador da planta de processamento de aves McComb, Mississippi, em Sanderson Farms, testou positivo para COVID-19, informou a empresa na segunda-feira. Este é o primeiro caso confirmado publicamente de um trabalhador em um frigorífico nos EUA.

O funcionário, juntamente com outros seis, foi enviado para casa, para uma quarentena com pagamento.

“Notificamos todos os outros funcionários da fábrica de McComb sobre o caso confirmado e continuaremos trabalhando em estreita parceria com o departamento de saúde local em McComb e o Departamento de Saúde do Estado do Mississippi para obter orientação”, Joe F. Sanderson, Jr. diretor executivo da Sanderson Farms, Inc., disse em comunicado.

A área de trabalho do indivíduo estava confinada a uma pequena tabela de processamento, observou a empresa. A planta processa 1,3 milhão de aves por semana, cerca de 9,5% da capacidade total da empresa, segundo o site de Sanderson.

Todos os locais da empresa, incluindo McComb, permanecem em operação após uma limpeza completa.

Na semana passada, Sanderson anunciou que estava implementando um plano de resposta COVID-19 para garantir a produção contínua de produtos avícolas de alta qualidade.

Os consumidores dos EUA esvaziaram as prateleiras dos supermercados, estocando frango fresco, peru e outros itens para se preparar para medidas de distanciamento social para impedir a propagação do COVID-19. Vários produtores de aves, incluindo o Sanderson, anunciaram planos de acelerar o processamento de varejo para atender às necessidades dessas lojas.

“Como prestadores de serviços de saúde e farmacêuticos, a cadeia de suprimento de alimentos é fundamental para garantir o bem-estar dos residentes dos Estados Unidos e de outros países, e as autoridades do governo federal incentivaram as empresas de alimentos a continuar operando. Não há indicações conhecidas de que o novo coronavírus possa ser transmitido através dos alimentos”, disse Sanderson.

“Nossa primeira e mais importante prioridade é a saúde e o bem-estar de nossos funcionários, e continuamos tomando medidas de precaução para mitigar a propagação de doenças. Estamos monitorando ativamente essa situação em evolução para garantir que estamos operando da maneira mais segura possível. ”

Fonte: OD Consulting, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

This post was last modified on 25 de março de 2020 15:40

Share
Published by
Equipe BeefPoint

Recent Posts

Mudança na demanda global, criando desequilíbrio nas carcaças de carne bovina da Austrália

Com o impacto do COVID-19, os fatores subjacentes à demanda por carne vermelha em todo… Read More

2 de abril de 2020

Rio Grande do Sul tem 231 decretos de situação de emergência por estiagem

O Rio Grande do Sul tem 231 municípios com decretos de situação de emergência por… Read More

2 de abril de 2020

Não há notícia de falta de alimentos, diz ministra

Em entrevista coletiva no Palácio do Planalto, a ministra Tereza Cristina disse hoje (1°) que… Read More

2 de abril de 2020

RS: vacinação contra aftosa em ritmo normal

A última etapa de vacinação contra a febre aftosa no Rio Grande do Sul vai… Read More

2 de abril de 2020

Ministra da Agricultura promete medidas de apoio ao agronegócio

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, confirmou ao Valor que deverá anunciar ainda esta semana… Read More

2 de abril de 2020

Queda da demanda já é um problema para caminhoneiros

A queda na demanda por serviço de transporte de carga passou a ser uma nova… Read More

2 de abril de 2020