Categories: Giro do Boi

Fechamento do McDonald’s no Reino Unido e na Irlanda causa preocupação para produtores de carne bovina

A decisão do McDonald’s de fechar seus restaurantes no Reino Unido e na Irlanda devido à situação atual do coronavírus causou preocupação entre os produtores de carne bovina.

Em uma declaração do CEO da McDonald’s no Reino Unido e na Irlanda, Paul Pomroy, a decisão de fechar os restaurantes foi explicada. “Nas últimas 24 horas, ficou claro que manter o distanciamento social seguro durante a operação de restaurantes ocupados e restaurantes Drive Thru é cada vez mais difícil e, portanto, tomamos a decisão de fechar todos os restaurantes no Reino Unido e na Irlanda.

“Não tomamos essa decisão de ânimo leve e sabemos que nossos restaurantes têm desempenhado um papel importante na comunidade, fornecendo centenas de milhares de bebidas gratuitas para a linha de frente da saúde, assistentes sociais e pessoal de serviços de emergência.”

“Mas ficou claro ao longo disso que só continuaríamos a operar enquanto fosse seguro para o nosso pessoal e, junto com nossos franqueados, sentimos que agora é a hora de tomar essa decisão de fechar temporariamente.”

“Trabalharemos em estreita colaboração com grupos comunitários em todo o Reino Unido e na Irlanda para distribuir alimentos de nossos restaurantes para os mais necessitados e, antes de fechar amanhã à noite, garantiremos que os profissionais de saúde da linha de frente e o pessoal dos serviços de emergência não precisem pagar por qualquer alimento ou bebida em nossos restaurantes.”

A Irish Farmers Association (IFA) emitiu várias declarações sobre a situação. Em uma delas, dizia: “O McDonalds é um importante comprador de carne bovina irlandesa. Seu fechamento é um grande golpe para o setor. “Infelizmente, isso é reflexo do que está acontecendo em toda a Europa, onde os fechamentos tiveram um impacto no setor de serviços de alimentação. No entanto, parte disso foi atenuada por um aumento na demanda de varejo. ”

O presidente da IFA, Tim Cullinan, apelou à ação da Comissão Europeia e do governo irlandês para ajudar os produtores de carne bovina. Ele esboçou uma lista de medidas que ajudariam os produtores:

• Faça os ajustes necessários nos apoios do mercado da carne bovina da UE (Intervenção, EPA), de modo a poder oferecer apoios realistas aos preços do mercado da carne.

• Tomem medidas para proteger o mercado interno da UE e suspender todas as importações de carne bovina não pertencentes à UE, incluindo as importações da América do Sul, que não atendem aos padrões da UE.

• Ajustes às regras dos auxílios estatais para dar maior flexibilidade ao governo irlandês para apoiar os agricultores.

• Atribuir o financiamento necessário para que a Comissão esteja em condições de fornecer apoio adicional urgente aos pagamentos diretos aos agricultores para compensar as perdas do mercado de carne bovina.

• Uma revisão dos requisitos de inspeção para que todos os agricultores possam receber todos os seus pagamentos diretos sem atrasos por causa das inspeções.

Fonte: GlobalMeatNews.com, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

This post was published on 26 de março de 2020

Share

Recent Posts

Uruguai estuda protocolo para incluir gado terminado com grãos na Cota Hilton

Membros do setor privado uruguaio e do Poder Executivo estão estudando a possibilidade de solicitar… Read More

8 de julho de 2020

Produção de grãos no país deve chegar a 251,4 milhões de toneladas impulsionada pela colheita de milho e soja

A produção brasileira de grãos deverá ser de 251,4 milhões de toneladas na safra 2019/2020.… Read More

8 de julho de 2020

Exportação de carne bovina dos EUA atinge em maio menor nível mensal em 10 anos

As exportações de carne bovina e suína dos Estados Unidos caíram em maio, refletindo, em… Read More

8 de julho de 2020

Marfrig lança programa de apoio a pequenos restaurantes

A brasileira Marfrig, segunda maior indústria de carne bovina do mundo, lançou hoje um programa… Read More

8 de julho de 2020

Inmet emite alerta vermelho para chuvas no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um aviso vermelho (grande perigo) para acumulado de… Read More

8 de julho de 2020