Commodities: Milho destoa de soja e trigo e avança em Chicago
26 de abril de 2022
Estudo de vacina bovina revela papel da genética na resposta imune
26 de abril de 2022

Exportações de carne bovina têm duas semanas de baixa e justificam queda do boi China

Os preços de exportações da carne bovina brasileira resistiram às altas do real frente ao dólar, até o meio da semana passada, mas os volumes se reduziram no acumulado de três semanas abril na comparação com o mesmo período de março.

Apesar de dois feriados no meio, os volumes médios embarcados na segunda e terceira semanas do mês foram menores, suplantando a volume maior da primeira semana, indicativo de menores compras chinesas tanto pelo lockdown quanto pela desvalorização do dólar.

O quadro também ajuda a comprometer o preço do boi, sob pressão há vários dias, incluindo o animal com premiação China, na casa dos R$ 320 em São Paulo, já com perdas de mais de R$ 5 na @.

Respectivamente foram exportadas 41,8 mil toneladas e 29,4 mil/t, respectivamente menores em 10 mil/ e 6 mil/t aproximadamente no comparativo semanal dos dois meses.

Sobre abril de 2021, no acumulado mensal o volume de carne bovina brasileiro enviado ao exterior subiu 12,04%, chegando a 119,45 mil toneladas, e em linha com o que Money Times publicou ontem em atenção às ações de Marfrig (MRFG3), Minerva (BEEF3) e JBS (JBSS3).

E o preço médio mensal da foi a US$ 6,19 mil, alta semanal de 0,64%, também superior aos indicativos registrados no mês passado.

Fonte: Money Times.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.