Expointer ganha apelo gourmet

Todo ano, entre o último fim de semana de agosto e o primeiro de setembro, o Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, é um ambiente que cheira a churrasco. A tradição gastronômica da Expointer, porém, a cada edição ganha um aspecto mais gourmet que se soma à tradição do assado à moda antiga. Além dos animais que representam a nata da genética, mostrar a qualidade do produto final, como carnes e derivados lácteos, virou mais uma arma de sedução aos consumidores em estandes de associações de raça, entidades e empresas.

O Angus Steakhouse Marquês, por exemplo, serve ao menos 500 pratos por dia no parque, à base de cortes nobres como prime rib, picanha, entrecot, assado de tira e filé mignon, acompanhados de arroz branco e farofa caseira, com opções de massas e saladas. O espaço da Associação Brasileira de Angus (ABA) é comandado pelo chefe Claudio dos Santos, da Casa do Marquês, que revela a abertura em breve, na Capital, de um restaurante que irá copiar a ideia da iniciativa na Expointer. Em Esteio, é o sexto ano do projeto.

— A angus despertou para isso e a tendência é que as demais raças façam o mesmo para valorizar mais o seu produto. Fazemos uma churrasco gourmet, individualizado, empratado — explica Santos, lembrando que o restaurante, além dos criadores ligados à associação, recebe pessoas de todo o país que visitam a Expointer e o público que vai a passeio no Assis Brasil e aproveita para apreciar uma gastronomia mais elaborada a partir de carne de primeira qualidade — diz Santos.

Santos é o responsável pelos pratos mais elaborados que servem para promover a carna da raça angus (Tadeu Vilani/Agencia RBS)

A Associação Brasileira de Criadores de Devon tem iniciativa no mesmo sentido. Na sede da entidade, 3er Piso, projeto itinerante, oferece ao público cardápio de cortes de carnes especiais e pratos de fogão. A plataforma gastronômica também dá atenção especial às sobremesas. A operação leva a assinatura dos chefes Leonardo Albuquerque e dos argentinos Diego Andino e Marcelo Chaparro. Andino é o responsável pela pâtisserie.

A grife argentina de artigos de montaria e moda ligada ao campo La Victoria também inovou. Abriu neste ano uma loja permanente no Assis Brasil e convidou a churrasqueira gaúcha Clarice Chwartzmann para estar à frente de uma novidade gastronômica, o Espaço Vip La Victoria.

Após participações pontuais preparando carnes na feira, é a primeira vez que Clarice comanda um restaurante na Expointer.
Além das carnes, estrelas da proposta, chamam a atenção o ambiente acolhedor, que ganhou uma lareira de cinco metros, onde se mesclam o sofisticado e o rústico.

— Fazemos a comida na brasa olhando os detalhes. Trabalhamos com ingredientes frescos, preparados na hora, potencializando os sabores que combinam com a carne. É, entre aspas, uma comida simples, mas com acabamento em que a pessoa se encanta antes, durante e depois da refeição — diz Clarice, referindo-se ainda ao casamento entre a gastronomia e o ambiente.

No Parque Assis Brasil, Clarice comanda o restaurante do espaço vip da grife argentina La Vicporia (Tadeu Vilani/Agencia RBS)

A gourmetização da Expointer não se resume às carnes. Na pecuária, o Estado também é um dos maiores produtores de leite do Brasil e mostrar toda a potencialidade dos lácteos é a ideia de outra proposta no parque. O Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados do Estado (Sindilat), que já tinha o Pub do Queijo desde 2017, neste ano montou uma leiteria, espaço de conhecimento gastronômico. No local, é possível degustar derivados lácteos e o público visitante pode ter noções sobre harmonização de queijos com cervejas, vinhos, espumantes e azeite de oliva, além de aprender, com chefs, a montar uma tábua de frios.

Na Expointer, Reolon mostra aos visitantes as potencialidades dos derivados de leite (Anselmo Cunha / Especial)

— Queremos mostrar a versatilidade dos queijos e outros lácteos. E mostrar o que há de valor agregado com as demonstrações culinárias — diz o chef Alexandre Reolon, que pilota o Pub do Queijo e é consultor gastronômico responsável pelos queijos RAR, do grupo Randon.

Na jornada gastronômica que também é a Expointer, o visitante que preferir variar um pouco e fugir dos pratos à base de carne pode se deliciar com a variedade de produtos e receitas no espaço do Sindilat. Bufê de frios, massas com diversas opções de molhos derivados do leite e brusquetas feitas na hora são algumas das pedidas para saciar o apetite durante a mostra.

Fonte: Zero Hora.

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios


ou utilize o Facebook para comentar