EUA: Abate de novilhos estão menores que em 2017

O abate de novilhos continua abaixo dos níveis do ano passado até agora este ano nos EUA. Isto apesar do fato de que os rebanhos trimestrais de confinamento mostraram mais novilhos em engorda em 2018 em comparação ao ano passado.

Para o ano até agora, o abate de bois está cerca de um por cento abaixo do ano passado, mas nas últimas quatro semanas tem uma média muito próxima dos níveis do ano anterior. O abate de bois teve uma média de 51,6% do total de abates de bovinos até agora este ano, abaixo dos 52,9% do abate total de bovinos em 2017.

À medida que os abates de novilhas e vacas retornam aos níveis normais, o abate de bois se aproximará da média de longo prazo de 50,6% do abate total.

Os pesos de carcaça de novilhos têm em média cerca de 1,8 quilos acima dos níveis do ano anterior até agora este ano. Pesos semanais de carcaça de bois podem ter atingido o pico sazonalmente um pouco mais cedo na primeira semana de outubro, com 410 quilos. Pesos de carcaça de boi tiveram uma média de 406 quilos nos últimos dados semanais, mas podem saltar para um pico sazonal ainda maior em novembro.

O abate de novilhas até agora este ano está em média cerca de 7% acima dos níveis do ano anterior, com aumentos menores de um ano para outro nas últimas semanas, puxando o acumulado do ano para um menor aumento.

Nas últimas quatro semanas, o abate de novilhas teve uma média de apenas 1,5% em relação aos níveis anteriores do ano. O abate de novilhas até agora em 2018 teve uma média de 27,8% do total de abate de bovinos, acima dos 27,2% em 2017. Como a retenção de novilhas continua a diminuir, o abate das novilhas se aproximará da média de longo prazo abaixo de 30% do abate total.

Pesos de carcaça de novilha têm em média cerca de 3,6 quilos mais pesadas com relação ao ano anterior até agora nesse ano. Como novilhos, os pesos de carcaça de novilhas podem ter atingido o pico sazonalmente em 380 quilos na primeira semana de outubro.

Nos últimos dados semanais, os pesos de carcaça de novilhas foram de 375 quilos, mas poderiam aumentar para um pico sazonal mais típico em novembro. Pesos de carcaça de novilhas continuam aumentando em relação aos novilhos. O último peso médio de carcaça de novilhos em doze meses como porcentagem do peso de carcaça de boi foi outro recorde de 92,7 por cento.

O abate total de vacas subiu 7,3% no acumulado do ano, com o abate de bovinos de corte subindo 10,5% ano a ano, o abate de vacas de corte retornando aos níveis médios de longo prazo. O abate de vacas leiteiras subiu, já que meses de problemas econômicos pressionaram o setor de laticínios a reduzir um pouco o número de vacas. O abate de vacas leiteiras está atualmente em alta de 4,3% ao ano em relação ao ano anterior.

O abate de vacas tem uma média de 18,9% do total do abate de bovinos até agora em 2018, em comparação com uma média de longo prazo de 17,7% do abate total. Os pesos de carcaça de vaca estão em média quase 2,3 quilos mais pesados a cada ano, com mais vacas leiteiras aumentando o peso da carcaça de vaca.

O total de abates de bovinos aumentou 2,7% ao ano até agora em 2018. O aumento do abate de bovinos, combinado com um aumento médio de 1 quilo nos pesos das carcaças, contribui para um aumento anual de 2,7% na produção anual. Estima-se que a produção total de carne bovina em 2018 seja de 12,25 bilhões de quilos, um novo recorde de produção de carne bovina para a produção de carne bovina dos EUA deve crescer para outro nível recorde de 12,5 bilhões de quilos em 2019.

Fonte: MeatingPlace.com, traduzido e adaptado pela Equipe BeefPoint.


ou utilize o Facebook para comentar