Mais “exportadora”, a Frigol bateu recordes no primeiro trimestre
18 de maio de 2022
Risco de geada persiste, e nova massa de ar polar se aproxima do país
19 de maio de 2022

Estratégias para mitigar emissões de metano pelos ruminantes são apresentadas pela Embrapa Pecuária Sul

As ferramentas para mitigação das emissões de metano entérico de ruminantes foram o tema da palestra ministrada, no dia 13 de maio, a acadêmicos dos cursos de agronomia, zootecnia e veterinária da Faculdades Integradas do Distrito Federal (UPIS). A palestra, proferida pela pesquisadora Cristina Genro, da Embrapa Pecuária Sul, integrou a programação da Semana Acadêmica do curso de medicina veterinária (XVIII SIMCIAGRI e III SIMVET).

“É um público que merece toda a nossa dedicação e empenho em levar uma informação de qualidade e dados confiáveis, porque são os técnicos que vão entrar no mercado amanhã e que estamos ajudando a formar. Estamos levando dados de qualidade e fatos para auxiliar os acadêmicos a formarem a personalidade profissional. E é de extrema importância fazer essas apresentações em semanas acadêmicas para estudantes da área do agro”, destacou Cristina.

Como ferramentas de mitigação de GEE, a pesquisadora destacou o manejo da pastagem, a utilização de sistemas integrados lavoura-pecuária-floresta (ILPF) e o uso de leguminosas em sistemas pastoris como benefícios na redução do uso de fertilizantes de fontes não renováveis, como a ureia, e fixador biológico de nitrogênio além de melhorar a dieta que vai ajudar na redução do metano.

Também foi destacada a suplementação na complementação da pastagem para a melhoria da dieta e acelerador do crescimento animal e também o uso de aditivos e coprodutos que podem, além de melhorar o desempenho, reduzir a emissão de metano. Alguns coprodutos que têm características funcionais como a torta de oliva que pode auxiliar a melhorar o perfil da carne produzida nesses sistemas, com mitigação das emissões de metano. “Outra ferramenta que estamos utilizando é o teste de eficiência alimentar e de validação de metodologia de avaliação de metano nos touros reprodutores”, salientou a pesquisadora. Esse teste já foi feito na Embrapa Pecuária Sul com as raças Charolês, Hereford e Braford e será feito com a Angus. 

Quem tiver interesse em conhecer mais os trabalhos desenvolvidos pela Embrapa Pecuária Sul pode acessar o site da Unidade www.embrapa.br/pecuaria-sul.

Fonte: Embrapa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.