Estados Unidos registram aumento de 15% na demanda de carne bovina desde 2012

O fortalecimento contínuo dos preços da carne bovina em 2018 e as visitas regulares dos consumidores ao setor de carnes ajudaram a aumentar a demanda por carne bovina – para 15% desde 2012, disse a National Cattlemen’s Beef Association (NCBA), citando os últimos dados de vendas no varejo do IRI/Freshlook.

A tendência é que continue em 2019, com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) prevendo que os consumidores dos EUA consumirão 8,9% mais carne bovina neste ano do que em 2015. Os cortes de carne moída e lombo, que são seleções de varejo populares, estão impulsionando grande parte da demanda por carne bovina.

Os consumidores não estão apenas comendo mais carne bovina, mas também desfrutando de mais carne bovina de alta qualidade, porque mais rebanhos no rebanho dos EUA estão se classificando mais alto do que nunca.

“Os pecuaristas e toda a indústria de carne bovina, trabalharam duro nos últimos 10 anos para produzir carne bovina de melhor qualidade, e esse trabalho está compensando a crescente demanda dos consumidores”, disse Bridget Wasser, diretora executiva da Meat Science & Supply Chain Outreach para a NCBA, uma empresa contratada para o Checkoff de Carne.

“Estamos vendo a demanda pela carne USDA Choice e Prime crescer, sinalizando o desejo do consumidor por um produto de maior qualidade. Um aumento no tamanho do rebanho bovino norte-americano combinado com um suprimento de carne bovina de alta qualidade mostra que a indústria está respondendo”.

A demanda por carne bovina não é forte apenas no varejo. Noventa e sete por cento dos estabelecimentos de serviços alimentícios relatam ter carne bovina no cardápio, de acordo com o estudo 2017 Usage and Volumetric Assessment of Beef in Foodservice. Ter carne no menu mostrou aumentar o tráfego do restaurante em 45 por cento, de acordo com o USDA.

“De restaurantes a varejo, os consumidores claramente querem carne em seus pratos. Com o aumento da oferta de carne bovina e a crescente demanda do consumidor, a indústria de carne bovina está ganhando força, e essa tendência parece não mostrar sinais de desaceleração em 2019 ”, disseram autoridades da NCBA.

Fonte: MeatingPlace.com, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.


ou utilize o Facebook para comentar