Categories: Giro do Boi

Em que ponto percebemos que Bill Gates é perigosamente insano?

Por MacAoidh.

Esta não é uma reação exagerada à última incursão de Gates no ciclo de notícias. É uma observação baseada em um longo padrão de declarações e comportamento do fundador da Microsoft e um dos homens mais ricos que já existiram e que, se qualquer um de nós, pessoas normais, fosse culpado delas, resultaria em sermos institucionalizados.

Bill Gates é louco. E ele é perigoso, porque está disposto a investir quantias incalculáveis de dinheiro para tornar realidade as coisas insanas em que acredita – e todas essas coisas insanas prejudicam as pessoas.

A idiotice mais recente? Impossible Burgers para todos os brancos.

O co-fundador da Microsoft, Bill Gates, afirmou recentemente que acredita que “países ricos”, como os Estados Unidos e a Europa Ocidental, deveriam passar a comer carne 100% sintética.

Em uma entrevista recente com o MIT Technology Review, o cofundador da Microsoft Bill Gates discutiu seus esforços de impacto ambiental e várias iniciativas verdes destinadas a reduzir as emissões globais de carbono. Uma sugestão proposta por Gates era que as nações ricas e desenvolvidas mudassem totalmente para a carne sintética em esforços para reduzir as emissões de carbono da pecuária.

Explicando a sugestão, Gates disse ao MIT Tech Review:

“Para a África e outros países pobres, teremos que usar a genética animal para aumentar drasticamente a quantidade de carne bovina por emissão para eles. Estranhamente, o gado dos EUA, por ser tão produtivo, as emissões por quilo de carne bovina são dramaticamente menores do que as emissões por quilo na África. E como parte do trabalho da Fundação [Bill e Melinda Gates], estamos tirando proveito do gado africano, o que significa que eles podem sobreviver no calor e cruzando com a produtividade monstruosa tanto do lado da carne quanto do leite do linhas de elite dos EUA.

Então, não, não acho que os 80 países mais pobres comerão carne sintética. Eu realmente acho que todos os países ricos deveriam mudar para carne 100% sintética. Você pode se acostumar com a diferença de sabor, e a alegação é que eles vão tornar o sabor ainda melhor com o tempo. Eventualmente, esse prêmio verde é modesto o suficiente para que você possa meio que mudar o [comportamento] das pessoas ou usar a regulamentação para mudar totalmente a demanda.

Portanto, para a carne nos países de renda média e superior, acho que é possível. Mas você tem que rastrear todos os anos e ver, e a política [é um desafio]. Existem todas essas leis que dizem que tem que ser chamado, basicamente, lixo de laboratório para ser vendido. Eles não querem que usemos o rótulo de carne bovina.”

Esta nem mesmo é a ideia mais assustadora que Gates já lançou. Lembra-se disso?

“Parece uma ideia maluca vinda da ficção científica – mas é financiado em parte pelo bilionário fundador da Microsoft, Bill Gates, e apoiado por cientistas renomados da Universidade de Harvard.

Os pesquisadores acreditam que uma frota de aeronaves especialmente projetadas poderia borrifar partículas de sulfato na estratosfera inferior para resfriar nosso planeta e compensar os efeitos das mudanças climáticas.

Um teste da tecnologia foi proposto para este ano, relata o Daily Mail, com o Stratospheric Controlled Perturbation Experiment (SCoPEx) vendo um saco de poeira carbonática liberada na atmosfera a 12 milhas (19 km) de altura.

Se o experimento for bem-sucedido, os pesquisadores continuarão a liberar a poeira dos aviões.

Os pesquisadores sugerem que jatos voando a 12 milhas de altura completariam mais de 60.000 missões em 15 anos, começando com uma frota de oito e movendo-se para 100 aviões.”

Por pior que seja negar às pessoas nos países do Primeiro Mundo o acesso à carne bovina (e tirar do mercado uma enorme indústria que emprega mais de meio milhão de pessoas), criar um inverno nuclear artificial é ainda pior.

Mais pessoas morrem de frio em climas extremamente frios do que morrem de causas relacionadas ao calor quando está calor, você sabe.

E então há a parte do controle populacional, que a esquerda – muitos, senão a maioria dos quais operam em um princípio malthusiano e não discordam de Gates – nega que ele seja a favor.

Como você nega isso é uma questão …

Não vamos entrar no assunto da vacina, grande parte da qual é produto de teorias de conspiração ao estilo de Alex Jones tão malucas quanto Gates. Há muito por aí, porém, e nem tudo é bom. A influência de Gates sobre os burocratas da saúde pública como Anthony Fauci, que ele claramente comprou, é preocupante. Ele é um desenvolvedor de software sem treinamento médico; nada sobre ele sugere que ele está qualificado para fazer políticas públicas de saúde para um planeta inteiro, não importa o quanto ele queira comprar sua entrada.

O que isso significa, porém, é que Bill Gates é tão rico há tanto tempo que passou a maior parte de sua vida adulta sem que ninguém lhe dissesse que ele estava errado. Isso tem o mesmo efeito corrosivo sobre o caráter e a sanidade que você vê no caso de reis e ditadores. As pessoas querem um pouco do dinheiro de Bill Gates, então constantemente o sugam e dizem que suas ideias são ótimas, mesmo quando são atrozes, e as proteções entre as quais as pessoas normais vivem não existem no caso dele.

Então ele joga dinheiro em coisas insanas. O fato de ele não ser totalmente maluco como Howard Hughes é um pequeno consolo; Hughes manteve-se quase sempre sozinho naquela suíte de hotel em Las Vegas enquanto mergulhava na loucura. Gates está em toda parte.

Gates disse que modelou sua fundação de caridade a partir da que a família Rockefeller fundou. Mas os Rockefeller levaram décadas para se tornarem obcecados por causas utópicas globalistas; Gates saiu do útero filantrópico dessa maneira.

É um problema. É necessário que haja algum princípio limitador governando os excessos desse homem. Mas de onde virá isso é uma boa pergunta. Quando ele está discutindo abertamente sobre a destruição de uma indústria que emprega diretamente meio milhão de americanos para fins de “mudança climática” (anteriormente conhecido como aquecimento global, até que não se podia negar que não havia aquecimento estatisticamente significativo acontecendo), quando estamos no meio da pior onda de frio que grande parte do país já viu em décadas, encontrar maneiras de controlar esse touro cada vez mais maluco em uma loja de porcelana começa a se tornar uma necessidade urgente.

Talvez seja hora de começar a tributar as fundações de caridade que se dedicam a atividades relacionadas a políticas públicas. Isso poderia facilmente se transformar em uma bagunça, mas a alternativa pode ser que cada vez mais tenhamos que viver sob a visão de mundo rachada de bilionários distantes como Bill Gates.

Fonte: Artigo de MacAoidh, para o TheHayRide.com, traduzido pela Equipe BeefPoint.

This post was published on 22 de fevereiro de 2021

Share
Published by
Equipe BeefPoint

Recent Posts

Exportação na Argentina: governo incentiva frigoríficos a dar detalhes dos embarques

Após as medidas anunciadas sobre a criação de um cadastro para "monitorar" as exportações de… Read More

16 de abril de 2021

Avaliada em R$ 86,6 bi, JBS renova máxima histórica na B3

Impulsionadas pelas perspectivas amplamente favoráveis para os negócios nos EUA, as ações da JBS renovaram… Read More

16 de abril de 2021

Minerva quer zerar até 2035 suas emissões de carbono

A Minerva Foods, maior exportadora de carne bovina da América do Sul, anunciou ontem que… Read More

16 de abril de 2021

Indústria de bacon vegetal atrai investimento de Robert Downey Jr.

A ascendente indústria de proteínas de base vegetal atraiu o Homem de Ferro. O ator… Read More

16 de abril de 2021

Pesquisadora brasileira vai criar a primeira carne cultivada do País

A pesquisadora Bibiana Matte, da Núcleo Vitro, está desenvolvendo a primeira carne cultivada do País.… Read More

16 de abril de 2021

Milho: clima ruim na América do Sul provoca forte alta em Chicago

A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para  milho fechou a sessão desta quarta-feira, 14,… Read More

16 de abril de 2021