“Em escala comercial não temos no país realidade para esta prática” – Valdomiro Poliselli|Cruzamento entre bovinos europeus britânicos X continentais

BeefPoint  já publicou diversos artigos apresentando casos de sucesso e experiências com cruzamentos de bovinos de corte, mas hoje, optamos por reunir uma série de opiniões de profissionais ligados ao setor do melhoramento genético, professores e produtores para discutirem a seguinte questão: Cruzamento entre bovinos europeus x continentais será que essa é uma tendência que veio pra ficar?

Por Valdomiro Poliselli Júnior – Grupo VPJ

Captura de Tela 2014-05-16 às 13.55.55

Na VPJ já tivemos experiências de vários cruzamentos inclusive de bovinos continentais X britânicos.

Os indivíduos são muito bons, mas em escala comercial não temos no país realidade para esta prática, uma vez que os rebanhos tanto dos animais britânicos como dos continentais são muito pequenos e quase sempre voltados à seleção da raça pura, o que esta dando certo.

Além do mais, a tendência de perpetuar no país é o cruzamento entre zebuínos X britânicos, principalmente da raça Angus.

Sabe-se que este é um cruzamento que acrescenta receita positiva ao pecuarista e a todos os outros elos da cadeia, além de agradar o consumidor final.

Também temos o maior rebanho de fêmeas comerciais do mundo (Nelore) e o menor custo de produção com elas, semdp assim, nada irá concorrer!

 

Uma opinião sobre ““Em escala comercial não temos no país realidade para esta prática” – Valdomiro Poliselli|Cruzamento entre bovinos europeus britânicos X continentais”

  • José Manuel De Mesquita - 19/05/2014

    Aos que se interessarem em criar animais 100 taurinos, em qualquer parte de nosso país, basta adicionar o Senepol em quaisquer deles (britanicos, continentais ou mesmo o cruzamento entre eles).
    Os animais resultantes deste cruzamento estarão perfeitamente adaptados e manterão todas as características dos Taurinos puros ou do cruzamento efetuado entre eles… Terão pelo curto, precoces, na maioria mochos, padronizados na cor marrom e muito dóceis…
    Quem experimentar dificilmente voltará atrás.

Os comentários estão encerrados.


ou utilize o Facebook para comentar