Em encontro com ministra, Esalq/USP e universidade chinesa tratam de pesquisas em agropecuária

A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) participou nesta quinta-feira (16), em Pequim, da reunião de plano de trabalho entre a China Agricultural University (CAU) e a Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, da Universidade de São Paulo (Esalq/USP), que mantêm convênio para desenvolvimento conjunto de pesquisas.

Na reunião, cada instituição se comprometeu em definir três projetos de pesquisa em agropecuária.

Alguns temas sugeridos pela ministra e o professor da Esalq, Sérgio De Zen, foram equivalência de protocolos veterinários científicos e vigilância sanitária, respectivamente. O secretário de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação do ministério, Fernando Camargo, propôs apoio da Embrapa aos projetos.

O reitor da CAU, Sun Qixin, destacou o interesse em implantar um centro de tecnologia Brasil-China e desenvolver pesquisas na área sanitária de bovinos. Em março, o reitor esteve no Brasil, onde se reuniu com a reitoria da USP para ampliar a parceria já existente entre as universidades. Na ocasião, a delegação chinesa visitou a Esalq, em Piracicaba (SP).

Pelo acordo, estudantes chineses visitarão a USP este ano e brasileiros irão para a China.

Segundo a ministra, o convênio estreita as relações entre os países, tornando-as mais duradouras, e é uma excelente oportunidade para os universitários. “China e Brasil podem fazer mais juntos”, disse Tereza Cristina, acrescentando que as pesquisas ajudarão na modernização da agricultura nos países. 

As informações são do Mapa.

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios


ou utilize o Facebook para comentar