CEPEA: Queda na parcial do mês chega a 7,2%
14 de outubro de 2021
Sustentabilidade e tecnologia devem ser as bases para relação entre Brasil e China, diz ministra
15 de outubro de 2021

Dicas para minimizar o estresse do transporte de bovinos em confinamento

À medida que os produtores se preparam para a transição de seu gado para o confinamento, reduzir o estresse é algo para se manter em mente.

Provavelmente, alguns desses animais nem mesmo colocaram os pés em um caminhão. Só isso por si só já vai ser estressante, e tudo o que pudermos fazer para melhorar o bem-estar animal e reduzir o estresse neste momento terá um impacto positivo para você, seu gado, o operador de confinamento e, no final, o consumidor.

Abaixo estão dicas úteis para reduzir o estresse e práticas a serem consideradas quando o gado está indo para o confinamento.

Antes do envio

Acreditamos que a saúde dos bezerros começa com a mãe. As vacinas dadas à mãe podem ajudar a estimular uma resposta imunológica que fornecerá proteção ao patógeno no colostro. É crucial dar ao bezerro uma quantidade adequada desse colostro nas primeiras 24 horas.

Além disso, um programa de pré-condicionamento bem planejado pode ajudar a construir uma base sólida para o desempenho futuro de um bezerro destinado a entrar em confinamento. Um programa de pré-condicionamento adequado deve envolver forragem de qualidade e/ou ração e nutrientes suplementares; castração; descorna; desmame; acesso constante a água limpa e fresca; e introdução do gado no cocho.

Também deve incluir um programa de vacinação que proteja os bezerros contra problemas respiratórios, digestivos e outras doenças, bem como um programa de desparasitação projetado para controlar os tipos de parasitas internos e externos que podem comprometer o estado de saúde do bezerro e a capacidade de converter a alimentação para ganhar eficientemente .

Sugerimos que os produtores vacinem e, administrem novamente, cerca de três semanas antes do desmame. Idealmente, três a quatro semanas antes do embarque, o gado deve ser vacinado contra doenças respiratórias e clostridiais.

Durante o transporte

No dia do embarque, os bezerros precisam ser carregados prontamente. Ter os caminhões alinhados e usar o manejo de gado de baixo estresse é a chave para garantir que o processo seja rápido para você e para o gado.

Reduzir a tensão no animal é importante porque o manejo estressante pode afetar o ganho de peso ou reduzir o desempenho reprodutivo e a função imunológica. Além disso, os animais se movem e reagem de maneira mais previsível quando estão calmos e se sentem seguros.

Objetos grandes que se movem ou batem podem tornar os animais mais difíceis de manusear, assim como gritos ou berros excessivos ao manusear e pastorear o gado.

O fato é que se trabalharmos com o gado em sua velocidade e não em nossa velocidade, eles passarão pelas instalações melhor e mais rápido.

Recomendamos as seguintes técnicas de manejo:

  • Apresente uma disposição calma.
  • Minimize o uso de aguilhões para gado. O uso de meios auxiliares de direção adequados, como bandeiras ou chocalho, não causam muito estresse, mas chamam a atenção do animal e o mantêm em movimento.
  • O manejo do gado a cavalo e a pé pode ser eficaz, desde que você seja consistente. O gado se sente mais confortável com o que está acostumado.
  • O gado é uma presa e responde de acordo. Se eles nos veem mais como amigos de confiança, e não como predadores, isso diminui o estresse geral.
  • Certifique-se de que os animais estão confortáveis ​​e não sobrecarregados no trailer.
  • Envie durante os horários em que o clima estiver melhor. Trabalhe com o seu caminhoneiro e com o confinamento de destino para alterar o momento de envio, se necessário.
  • As rampas de carregamento devem ser solidamente construídas, com bons fundamentos. Se estiverem escorregadias, pode aumentar a tensão sobre o animal.

No confinamento

O objetivo final ao enviar gado para um confinamento é que ele se sinta confortável ao chegar. Descarregue o gado prontamente e silenciosamente em um curral que seja confortável com bastante espaço para se deitar. Forneça bastante água limpa e fresca e ração saborosa e de boa qualidade.

Também é recomendado dar ao gado a chance de descansar na chegada para ajudar a processá-lo em tempo hábil. Pesquisas recentes demonstraram que, na verdade, obtemos uma resposta imunológica melhor com o processamento de chegada retardada em comparação com o descarregamento rápido.

Apesar de todas as coisas que tentamos fazer, às vezes o tempo nos dá um golpe duplo e ficamos precisando de soluções. Trate esses animais com um antibiótico de ação rápida em tempo hábil e converse com seu veterinário para determinar se o controle ou tratamento de doenças respiratórias é apropriado para sua operação.

Fonte: Progressive Cattle, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *