Empresas de alimentos à base de vegetais enfrentam críticas: defensores do meio ambiente
27 de outubro de 2021
Custos de produção acumulam alta de 35,25% em 12 meses no RS
28 de outubro de 2021

Contêiner de carne bovina brasileira não procedeu para despacho e suspensão se mantém na China

Ontem, durante o podcast semanal da Agrifatto, o convidado, importador que atua na China desde 2005, trouxe a notícia de que uma carga de carne bovina brasileira sob sua tutela havia sido autorizada a ser retirada do porto e liberada para entrar no país após mais de 50 dias de suspensão das exportações.

Porém, segundo a Agrifatto, o caso pontual exposto pelo importador não sinaliza mudanças à situação e a suspensão se mantém. “Hoje, recebemos a notícia de que a carga não procedeu com o despacho, informação corroborada por entrevista da ministra Tereza Cristina à CNN,” informou a empresa em suas redes sociais.

“O Ministério da Agricultura não tem nenhuma informação sobre a liberação de nenhum contêiner”, disse a ministra à CNN. “O Ministério da Agricultura tem trabalhado de forma intensa porque a China é o único país que tem um protocolo específico com o Brasil sobre BSE, assinado em 2015, que faz com que quando se detecta um caso de BSE no Brasil, mesmo atípico, que foram nossos dois casos, precisa fazer a auto-suspensão das carnes para a China.”

Ela disse que a China está pedindo informações técnicas para avaliação de risco, de forma que estão havendo conversas semanais entre os dois países para que esse assunto seja esclarecido totalmente e a China possa voltar a importar carne do Brasil. A ministra afirmou que não se trata de uma questão política, mas sim, técnica e que espera que o assunto se resolva em breve.

Fonte: Agrifatto e CNN.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *