Consumidores querem sabor, mostra estudo

Sustentabilidade, base vegetal e outras palavras-chave de alimentos assumiram diferentes significados, dependendo de quem você pergunta, diz um novo estudo que detalha quais atributos dos produtos estão ressoando mais com os consumidores.

Um fator sobre o qual os consumidores não estão confusos é o sabor, com 86% dizendo que isso afeta suas decisões de compra, acima dos 81% em 2018, de acordo com a pesquisa da Fundação Internacional de Informações sobre Alimentos (IFIC), com 1.012 americanos. A maioria também disse que o preço, a saúde e a conveniência continuam importantes.

Pouco mais da metade (54%) disse que é pelo menos um pouco importante que os produtos sejam produzidos de maneira ambientalmente sustentável. Mas os consumidores procuraram atributos diferentes para determinar a sustentabilidade, incluindo produzidos localmente (51%), rotulados como produzidos de forma sustentável (47%), não-OGM / não bioengenharia (47%), orgânicos (44%), tendo embalagens recicláveis ​​( 41%) e embalagem mínima (35%).

Cerca de três quartos (73%) já haviam ouvido falar de dietas baseadas em vegetais e 51% queriam aprender mais sobre elas. Mas quanto ao que o termo significa, 32% disseram que é uma dieta vegana, enquanto 30% definiram como uma dieta que enfatiza alimentos minimamente processados ​​de plantas, com consumo limitado de carne animal, ovos e laticínios. Outros 20% disseram que é uma dieta vegetariana que evita a carne, e 8% acham que envolve comer mais frutas e vegetais sem limites para carne, ovos e laticínios.

A maioria (52%) dos entrevistados disse que come proteína animal pelo menos uma vez por dia, contra 34% que ingerem proteína diariamente. Cerca de um quarto (24%) dos consumidores disseram que comeram mais proteína vegetal do que no ano anterior, enquanto 12% comeram mais proteína animal.

“Comer limpo” foi a dieta mais citada em 10%, seguido pelo jejum intermitente em 9%, e sem glúten e low-carb, ambos em 6%. As pessoas que experimentaram dietas cetogênicas ou com alto teor de gordura dobraram (6% em 2019 vs. 3% em 2018), enquanto as pessoas que consomem a dieta paleo caíram para 3% de 7% e Whole30 caiu para 2% de 5%.

Fonte: MeatingPlace.com, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint,

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios


ou utilize o Facebook para comentar