Categories: Entrevistas

Confira entrevista com Eduardo Penteado Cardoso, palestrante do BeefSummit Bem-estar Animal

O BeefPoint realizará no dia 8 de maio, o BeefSummit Bem-estar Animal, e trará as melhores práticas em bem-estar animal do Brasil.

Será entregue o Prêmio BeefPoint – Edição Bem-estar Animal, um prêmio criado pelo BeefPoint para homenagear quem faz a diferença na pecuária de corte brasileira.

Para conhecer melhor os palestrantes e os temas de suas palestras, o BeefPoint preparou uma série de entrevistas com os palestrantes do BeefSummit Bem-estar animal.

Confira abaixo a entrevista com Eduardo Penteado Cardoso, sócio-executivo da Fazenda Mundo Novo

Eduardo Penteado Cardoso é engenheiro agrônomo (ESALQ, 1972). Com especialização em pastagens tropicais no CSIRO – Queensland/Austrália. Coordenador técnico do Programa Trienal de Melhoramento de Pastagens, BNB-Fortaleza/CE. Sócio de Sementes Semel Ltda-Matão/SP. Diretor da Manah Agropastoril Ltda-Brotas/SP e atualmente sócio-executivo da Fazenda Mundo Novo – Uberaba/MG.

BeefPoint: O que você implementou de diferente em sua propriedade, que levou você a ser um dos finalistas do Prêmio BeefPoint Edição Bem-estar Animal?

Eduardo P. Cardoso: Tudo começou quando comecei a priorizar e selecionar o gado considerando o temperamento do animal, com isso me interessei por procedimentos de manejo que pudessem potencializar essa característica e que eu conseguisse separar os animais mais mansos dos animais mais bravos, na minha opinião, tudo deve gerar benefícios para o homem, ou seja animais mais mansos trazem menos riscos, mais benefícios, menos danos materiais, tudo que gere o bem estar do homem.

Meu interesse pelo bem-estar animal vem desde a década de 80 e aumentou depois que participei do grupo GAMA, grupo que surgiu com ideia do professor Mateus, éramos 6 ou 7 produtores cada produtor relatava sua experiência, foi muito bom, aprendi bastante nessas reuniões, fomos também um dos pioneiros neste tema – o primeiro curral comercial de manejo racional foi instalado em nossa propriedade.

BeefPoint: Quais técnicas/práticas você desempenha em sua fazenda que resultou em bons resultados e que você julga importante, quando o tema é bem-estar animal?

Eduardo P. Cardoso: Na desmama nós utilizamos vacas madrinhas, como forma de seguir o instinto dos bezerros de, naturalmente, formarem as “creches”, sempre com algumas vacas adultas por perto. Esse procedimento reduz o trauma da desmama, quando o bezerro é privado de alguns confortos: leite, presença da mãe, outros bezerros já conhecidos, etc. e a técnica de manejo do curral, um curral pelo menos adaptado é importante, não uso ferrão em minha fazenda, não uso choque, uso o sistema de bandeira e funciona muito bem.

BeefPoint: Conte pra nós qual a aceitabilidade de sua equipe quanto às técnicas de bem-estar animal? Como é feito o treinamento de seus funcionários?

Eduardo P. Cardoso: A pecuária é muito tradicional e sempre tratávamos o gado na “porrada”, essa prática vem desde a colonização, mas com pancada a gente perde muito, nós humanos temos inteligência então temos ela como ferramenta para manejar o gado, a primeira reação da equipe era de dúvida, porém com o tempo foi consolidando e eles foram acreditando, mas é preciso fazer treinamentos de reciclagem, mais cursos que motivem o pessoal a melhorar cada vez mais. E além de conceitos básicos devemos descobrir técnicas novas de manejo racional.

BeefPoint: O que estamos precisando melhorar na pecuária de corte?

Eduardo P. Cardoso:  Precisamos conhecer mais o instinto dos animais e só depois inovar, devemos observar mais o comportamento dos animais e devemos motivar  a equipe, pois esses detalhes é que fazem a diferença.

BeefPoint: Quais seus planos para 2014?

Eduardo P. Cardoso: Quando trabalhamos com melhoramento genético a meta é melhorar cada vez mais, então este é meu objetivo, melhorar cada dia mais o meu trabalho de seleção, ter um animal cada dia mais útil e lucrativo para nosso cliente.

BeefPoint: Qual o exemplo de profissional dessa área você mais admira?

Eduardo P. Cardoso: Admiro muito o Senhor José da Rocha Cavalcanti, pois ele tem esta filosofia de observar os animaise entender os animais e o que eles precisam.

BeefPoint: Qual seu recado para os pecuaristas?

Eduardo P. Cardoso: Não desistam da pecuária pois apesar da margem ser menor temos um diferencial, pois a pecuária brasileira tem um diferencial que é a produção de carne a pasto em volumes muito grandes e com potencial de aumento da produção. Não devemos esquecer que o boi é um ruminante e que devemos tratar o boi bem pois ele tem a capacidade de transformar fibra em carne. Devemos continuar melhorando o gado pois a melhoria é sempre irreversível.

Conheça melhor o BeefSummit Bem-Estar Animal!

This post was published on 7 de maio de 2014

Share

View Comments

  • Parabéns ao BeefSummit Bem-estar Animal, por ter escolhido e eleito o Sr. Eduardo Penteado Cardoso para receber o prêmio Bem Estar Animal. Homem estudioso, observador, perseverante e dedicado com a pecuária.
    Engenheiro Agrônomo, que elegeu a pecuária e o melhoramento de bovinos, lida de longo tempo ,onde as metas curtas implicam em décadas para se perceber resultados. Cuidadoso tambem com a pecuária a pasto, sempre ligado ao melhor custo benefício para o pecuarista.
    Desejo sucesso e vida longa ao Dr Eduardo Penteado Cardoso e à pecuária.

  • Empresário como o Sr. Eduardo Penteado Cardoso,que fazem da nossa pecuária ser o diferencial no bem estar animal.

Recent Posts

Governo espanhol investe € 5,2 milhões em projeto de carne cultivada

O governo espanhol vai investir em um projeto de carne cultivada de € 5,2 milhões… Read More

22 de janeiro de 2021

CEPEA: Preço médio sobe quase 7% em jan/21, a maior alta da série para o período

Em janeiro, a arroba do boi gordo negociada no mercado paulista (Indicador CEPEA/B3) registra média… Read More

22 de janeiro de 2021

Biden anuncia retorno dos EUA ao Acordo de Paris

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou o retorno dos Estados Unidos ao Acordo… Read More

22 de janeiro de 2021

Milho para a pecuária vai ser mais caro em 2021

Pecuarista, prepare-se se na dieta do seu gado está a compra de rações e grãos.… Read More

22 de janeiro de 2021

Indonésia importará gado e carne para preencher lacuna no abastecimento doméstico

A Indonésia importará 502.000 cabeças de gado e 85.500 toneladas de carne bovina para ajudar… Read More

22 de janeiro de 2021

IMAC pretende promover a produção sustentável da carne brasileira para outros países

Nesta quinta-feira (21), o Instituto Mato Grossense da Carne informou que pretende promover a carne… Read More

22 de janeiro de 2021