Confira 22 endereços para comer (ou comprar) uma boa carne em SP

NOVA GERAÇÃO

Açougue Central

Cortes pouco convencionais são a aposta dessa casa que tem o chef Alex Atala entre os sócios. Ganham destaque no cardápio sugestões como os bifes de patinho (R$ 60; 250 g) e de acém (R$ 52,50; 250 g). Mas é o gigante Tomahawk, peça com osso que chega a pesar 4 quilos (R$ 150 o quilo), que lidera a preferência da clientela. Para ladear as carnes preparadas no calor da brasa, há pedidas como mandioca frita (R$ 18) e farofa (R$ 15).

R. Girassol, 384, Vila Madalena, tel. 3095-8800. 100 lugares. Seg. a qui.: 12h às 15h e 19h às 24h. Sex. e sáb.: 12h à 1h. Dom.: 12h às 18h.

*

C6 Burger

Inaugurou em janeiro mais um estabelecimento que chega para reforçar a vocação gastronômica do Mercado Municipal de Pinheiros. À frente do negócio, os sócios Marcos Livi e Gil Guimarães (também da Napoli Centrale) apostam em hambúrgueres tostados na parrilla e carnes assadas em um forno criado por Livi, que tem compartimentos para defumação. De lá sai o peito bovino escoltado por repolho-roxo, picles de pepino, mostarda de butiá e maionese (R$ 20).

R. Pedro Cristi, 89, boxes 78/80, Pinheiros, região oeste, tel. 3034-2697. Seg. a sáb.: 12h às 20h.

*

Carburadores

A marca nasceu como uma churrasqueira móvel, mas desde julho tem ponto fixo na Mooca. A especialidade são os defumados, que atendem tanto a paladares carnívoros quanto a vegetarianos. Receita que virou hit entre a clientela, o cupim (R$ 32) vem com molho de cerveja preta, purê de batata e ovo frito. Para compartilhar em até quatro pessoas, a bandeja que reúne quatro cortes suínos mais linguiças feitas na casa custa R$ 150.

Av. Paes de Barros, 806, Mooca, tel. 4106-2226. Qua. a sex.: 12h às 15h e 18h às 23h. Sáb.: 12h às 23h. Dom.: 12h às 16h. Último domingo do mês: Fechado.

*

Cór

Prime de porco servido no Cór Por: Wellington Nemeth/Divulgação

Com consultoria de Renzo Garibaldi (do Osso, em Lima, no Peru), esse restaurante opera sob a batuta do chef Jeovane Godoy. Brilham na churrasqueira as carnes maturadas a seco (dry-aged). Cortes bovinos, como o t-bone, são submetidos a esse processo por pelo menos 21 dias
(R$ 22 a cada 100 g). A técnica também é aplicada às peças suínas, caso do prime rib, maturado por até duas semanas e servido com couve-flor assada e cenoura na manteiga (R$ 69).

Pça. São Marcos, 825, Vila Ida, região oeste, tel. 3726-2908. 80 lugares. Ter. a qui.: 12h às 15h e 18h às 23h. Sex.: 12h às 15h e 18h às 24h. Sáb.: 12h às 17h e 19h às 24h. Dom.: 12h às 17h.

*

Le Bife

O diferencial desse endereço, que funciona com a supervisão do chef-consultor Erick Jacquin, é o rodízio de acompanhamentos -a seleção de guarnições inclui batata frita e cebola assada. Os clientes se servem à vontade enquanto provam o corte escolhido, entre eles o filé-mignon (R$ 79), o entrecôte black angus (R$ 94) e a bisteca de porco (R$ 59). Para completar a refeição, chega à mesa uma seleção de cinco molhos inspirados na tradição francesa, a exemplo do elaborado com mostarda de Dijon.

R. Pedroso Alvarenga, 1.088, Itaim Bibi, tel. 4324-0783. 120 lugares. Seg.: 12h às 15h. Ter. a qui.: 12h às 15h e 19h às 23h. Sex.: 12h às 15h e 19h à 0h30. Sáb.: 12h às 17h e 19h à 0h30. Dom.: 12h às 17h.

*

Walfenda

Prato do restaurante Walfenda, da chef Angelita Gonzaga Por: Ivam Grambek/Divulgação 

Veio da Idade Média a inspiração para a chef Angelita Gonzaga (também do Arimbá) desenvolver o cardápio e a decoração de sua mais nova casa. Apostando em técnicas pouco convencionais, ela prepara receitas com o contrafilé de angus defumado com lenha de pessegueiro e servido ao lado de vegetais grelhados (R$ 68, com 480 gramas; para duas pessoas). Faz sucesso também a coxa de peru (R$ 49,50 a unidade) que é marinada, defumada e cozida a vácuo antes de ir para a churrasqueira. A ave é servida com fatias de abacaxi grelhado.

R. Tito, 25, Vila Romana, região oeste, tel. 3672-1371. 75 lugares. Ter. a sex.: 19h às 24h. Sáb.: 12h às 24h. Dom.: 12h às 17h.

*

SOTAQUE ARGENTINO

Corrientes 348

Aberta há mais de 20 anos no número 348 da rua Comendador Miguel Calfat, a casa foca os cortes argentinos. Saem da parrilla a carvão peças como o ojo de bife (R$ 94; 300 g), campeão de pedidos, e o assado de tira (R$ 75; 500 g). Como guarnição, os clientes pedem o arroz parrillero (R$ 32), com linguiça, ovo e batata palha.

R. Com. Miguel Calfat, 348, Vila Nova Conceição, região sul, tel. 3849-0348. Seg. a qui.: 12h às 16h e 19h às 24h. Sex. e sáb.: 12h às 24h. Dom.: 12h às 19h.

*

Cortés Asador

Denver steak do Cortés Asador Por: Angelo Dal Bó/Divulgação 

Dos mesmos donos da rede Ráscal, a casa é dedicada às carnes nobres assadas na parrilla. Vedete do menu, o ancho é servido em dois tamanhos: com 330g (R$ 79) e 550g (R$ 110). Outra sugestão que faz sucesso entre a clientela é o denver steak de wagyu (R$ 249; 600 g para até três pessoas). Para ladear os grelhados, há palmito pupunha assado (R$ 28).

Av. das Nações Unidas, 4.777, Jardim Universidade Pinheiros, tel. 3024-4301. Seg. a qui.: 12h às 15h15 e 18h30 às 22h15. Sex.: 12h às 15h15 e 18h30 às 23h15. Sáb.: 12h às 23h15. Dom.: 12h às 22h15.

*

Martín Fierro

Sob a batuta de Ana Maria Massochi, a casa teve um começo despretencioso, como um bar de empanadas. Mas foram mesmo as carnes assadas com precisão que sustentaram o sucesso do negócio desde sua abertura, na década de 1980. O menu reúne pedidas como o bife de chorizo (R$ 89; 300 g) e assado de tira (R$ 79; 300 g), ambos servidos com salada de folhas verdes.

R. Aspicuelta, 683, Vila Madalena, região oeste, tel. 3814-6747. Seg. a dom.: 12h às 23h.

*

Pobre Juan

O coração da casa é a parrilla a carvão, de onde saem cortes argentinos, todos provenientes de gado das raças angus e hereford. Campeão de vendas, o bife Pobre Juan (R$ 114,90; 370 g) é uma parte macia e marmorizada do tradicional ancho. Para abrir o apetite, peça a porção de empanadas.

R. Tupi, 979, Santa Cecília, região central, tel. 3825-0917. 220 lugares. Seg. a qui.: 12h às 15h e 19h às 23h. Sex.: 12h às 15h e 19h às 24h. Sáb.: 12h às 24h. Dom.: 12h às 20h.

*

TRADICIONAIS

Barbacoa

Rodízio da matriz do Barbacoa conta com 20 cortes Por: Henrique Peron/Divulgação

Fundada em 1990, a rede tem endereços no Japão e na Itália –em São Paulo, são três unidades. Na matriz, no Itaim Bibi, garçons circulam pelo salão oferecendo carnes no sistema de rodízio, e a preferência da clientela recai sobre a picanha, o bife ancho e a costela, provenientes de gado de raças como angus e hereford. O valor por pessoa (R$ 128) inclui o bufê de saladas, couvert e algumas guarnições.

R. Dr. Renato Paes de Barros, 65, Itaim Bibi, tel. 3168-5522. Seg. a qui.: 12h às 15h e 19h às 23h. Sex.: 12h às 15h e 19h às 24h. Sáb.: 12h às 17h e 19h às 24h. Dom.: 12h às 18h e 19h às 22h30.

*

Dinho’s

Batizado com o apelido de seu fundador, Fuad Zegaib, o Dinho, esse sofisticado endereço tem quase seis décadas de tradição. Entre os cortes bovinos assados na grelha, o mais solicitado é o bife de tira (R$ 138; 400 g), extraído do miolo da picanha, mas também há opções como o t-bone (R$ 130; 600 g), peça com osso que reúne bisteca do contrafilé e filé-mignon. O valor inclui um bufê de saladas.

Al. Santos, 45, Cerqueira César, região oeste, tel. 3016-5333. Seg. a qui.: 11h30 às 15h30 e 19h às 24h. Sex.: 11h30 às 16h e 19h às 24h. Sáb.: 11h30 às 24h. Dom.: 11h30 às 18h.

*

Fogo de Chão

Nesse que é um dos rodízios mais tradicionais da cidade, com cinco endereços na capital, os clientes pagam um preço fixo (R$ 138) e comem à vontade os 18 tipos de carne oferecidos. Segue no topo do ranking de pedidos a tradicional picanha. Outras opções certeiras são a fraldinha e o shoulder steak, este extraído da parte dianteira do animal. Além dos cortes assados na brasa, o valor dá direito ao bufê de saladas e guarnições como banana frita.

Av. Moreira Guimarães, 965, Indianópolis, região sul, tel. 5056-1795. Seg. a sáb.: 12h às 23h30. Dom.: 12h às 22h30.

*

NB Steak

O empresário gaúcho Arri Coser, fundador da grife Fogo de Chão, também é o idealizador dessa rede, que quebra alguns paradigmas do tradicional serviço em rodízio. Por um valor fixo (R$ 140), os comensais escolhem as saladas em um cardápio, e experimentam carnes assadas tanto no espeto quanto na grelha inclinada, na qual são preparados cortes como assado de tira, bife ancho e chorizo. À mesa, os clientes podem solicitar guarnições como farofa com bacon, arroz carreteiro e feijão.

Av. Ver.José Diniz, 3.864, Santo Amaro, região sul, tel. 5093-6006. Seg. a sex.: 12h às 16h e 18h às 23h30. Sáb.: 12h às 23h30. Dom.: 12h às 22h.

*

Rei do Filet

Um clássico da região central, o restaurante foi fundado em 1914 na praça Júlio Mesquita. A estrela do cardápio, como o nome anuncia, é o filé-mignon alto, de quase 500 gramas, preparado à moda antiga e dourado na frigideira. Entre as 18 versões do carro-chefe, a mais solicitada é a tradicional à chateaubriand (R$ 106,70), mas também fazem sucesso os bifões ao alho e óleo (R$ 120,90) e a cavalo (R$ 113,60), coroado com um ovo frito. Para escoltar o bife, há batata frita (R$ 15,30) e brócolis salteados com alho (R$ 27,10).

Pça. Júlio Mesquita, 175, Santa Efigênia, região central, tel. 3221-8066. Seg. a dom.: 11h às 22h.

*

Rodeio

Nessa sofisticada churrascaria com matriz em Cerqueira César e filial no shopping Iguatemi, é a picanha fatiada (R$ 165) que lidera a preferência da clientela. O serviço à la carte abarca também sugestões como a costela bovina (R$ 135) e o bife ancho (R$ 135). Entre as opções de acompanhamento, há o clássico arroz Rodeio (R$ 58), enriquecido com batata palha, ovo, cebola e bacon, e também risotos, caso do que leva palmito pupunha (R$ 72).

R. Haddock Lobo, 1.498, Cerqueira César, tel. 3474-1333. Seg. a sex.: 11h30 às 15h30 e 18h30 às 24h. Sáb.: 11h30 às 24h. Dom.: 11h30 às 23h.

*

Rubaiyat

Baby Beef do Rubaiyat Por: Rodrigo Azevedo/Divulgação

A maior parte das carnes servidas nas casas da marca é procedente de rebanhos próprios, criados em uma fazenda localizada em Mato Grosso do Sul. E, apesar de não ostentar mais o “baby beef” no nome, o corte segue como carro-chefe do cardápio. A peça chega à mesa em companhia de batatas suflê e custa R$ 131. A mesma guarnição é oferecida com o corte tenro extraído do miolo da picanha (R$ 139), também assado na grelha a carvão.

Av. Brig. Faria Lima, 2.954, Jardim Paulistano, região oeste, tel. 3165-8888. 250 lugares. Seg. a sex.: 12h às 16h e 18h30 às 24h. Sáb.: 12h às 24h. Dom.: 12h às 18h.

*

Templo da Carne

O legado do açougueiro Marcos Bassi (morto em 2013) é cuidado por suas herdeiras, a mulher e as duas filhas. Encravado entre as cantinas italianas da rua 13 de Maio, o restaurante tem nas carnes grelhadas seu grande trunfo. A fraldinha no espeto (R$ 268, serve até quatro pessoas) segue como carro-chefe do cardápio, que também lista cortes criados por Bassi, caso do bombom de alcatra (R$ 88; 340 g).

R. 13 de Maio, 668, Bela Vista, região central, tel. 3288-7045. Seg. a qui.: 12h às 15h30 e 19h às 24h. Sex. e sáb.: 12h às 24h. Dom.: 12h às 18h.

*

Varanda

Consagrada em sua categoria no último O Melhor de sãopaulo – Restaurantes, Bares e Cozinha, a casa do restaurateur Sylvio Lazzarini oferece cortes nobres brasileiros, argentinos e americanos. Queridinho da clientela, o New York steak (R$ 102; de 360 a 380 gramas) divide espaço no menu com peças de kobe beef, do gado
wagyu, a exemplo do strip loin (a partir de R$ 310; 380 gramas).

R. Gen. Mena Barreto, 793, Jardim Paulista, região oeste, tel. 3887-8870. 220 lugares. Seg. a qui.: 12h às 15h e 19h às 23h. Sex.: 12h às 15h30 e 19h às 23h. Sáb.: 12h às 18h e 19h às 24h. Dom.: 12h às 17h30.

*

PARA COMPRAR

Beef Passion

São oriundas de fazendas próprias (três no interior de São Paulo e duas em Mato Grosso do Sul) as carnes vendidas na lo ja física ou pelo site da marca. Preenchidas por uma variedade de 72 cortes, as vitrines refrigeradas exibem produtos como o chorizo (R$ 135 o quilo), o bife ancho (R$ 156 o quilo) e a tradicional picanha (R$ 150 o quilo de angus e R$ 269 o de wagyu). Produtos da marca também abastecem a cozinha do restaurantes D.O.M., do chef Alex Atala.

R Barão de Tatuí, 229, Santa Cecília, região central, tel. 3661-8090. Seg. a sex.: 10h às 18h. Sáb.: 10h às 14h.

*

deBetti

Rogerio Betti é o dedicado açougueiro à frente desta casa. Em busca de cortes nobres, ele visita fazendas em diversas partes do país e tem como uma de suas especialidades a técnica de dry-aged, a maturação a seco, um processo que pode durar de 30 a 120 dias (o preço do quilo varia entre R$ 139 e R$ 199, dependendo do tempo de maturação). A loja também oferece cortes convencionais, entre os quais os mais vendidos são o contrafilé (R$ 69 o quilo) e a picanha (R$ 87 o quilo).

R. Curumins, 11, Cidade Jardim, região oeste, tel. 3032-8875. Ter. a sex.: 9h às 20h. Sáb.: 9h às 18h. Dom.: 9h às 16h.

*

Feed

Esqueça sua referência de açougue tradicional. Nesse misto de restaurante e butique de carnes, são vendidos cortes obtidos em gados como bonsmara e wagyu, este celebrado pelo marmoreio acima da média. Compõem o time de queridinhos da clientela a picanha (R$ 194,85 a peça com 1,5 quilo) e o chorizo (R$ 62,93; 700 g de bife para grelhar). De segunda a sábado, é servido menu de almoço assinado pelo chef Victor Tarone.

R. Dr. Mário Ferraz, 547, Jardim Paulistano, região oeste, tel. 5627-4700. Seg. e ter.: 9h às 20h. Qua. a sex.: 9h às 21h. Sáb.: 9h às 19h. Dom.: 9h às 15h.

Fonte: Folha de São Paulo.

2 opiniões sobre “Confira 22 endereços para comer (ou comprar) uma boa carne em SP”

  • André V. Barbanti - 26/02/2018

    Leoncio restaurante carne Brangus, na Vila Madalena…excelente qualidade e bem recebido pelo amigo Leonel!

  • maria cecilia sandoval leal de almeida - 24/05/2018

    gostei muito das indicações dos restaurantes e onde comprar carnes.
    Conheço algumas ‘mas é sempre bom se atualizar
    Obrigada
    Cecilia Sandoval

Os comentários estão encerrados.


ou utilize o Facebook para comentar