Condições secas continuam impulsionando as exportações de carne da Austrália

As exportações australianas de carne bovina continuaram bem acima dos níveis de 2017, passando de 100.000 toneladas de peso embarcado pelo segundo mês consecutivo, uma vez que as condições secas continuaram a influenciar o fornecimento de gado. De fato, em 101.200 toneladas, foi o terceiro maior mês da Austrália em junho e maior do que em qualquer mês anterior a 2013. As exportações de junho caíram em maio, mas subiram 6.700 toneladas, ou 7% em relação a junho do ano passado.

O total de exportações de carne bovina no acumulado do ano até junho é de 536.700 toneladas, um aumento de 13% em relação aos níveis de 2017. Este continua a ser o terceiro maior começo de ano da Austrália, atrás de 2014 e 2015, já que todos os principais destinos de exportação estão experimentando algum nível de crescimento em relação ao ano passado.

As exportações de carne bovina resfriada e congelada estão contribuindo com aumentos de 8% e 15%, respectivamente. A produção de carne bovina está atualmente crescendo de acordo com as exportações mais amplas de carne bovina em 13%, com mercados como o Japão, China, Indonésia e Filipinas crescendo perto ou acima deste nível.

A queda no valor do dólar australiano até junho também ajudou a competitividade global da Austrália.

As exportações de carne bovina da Austrália para o Japão totalizaram 154,4 mil toneladas para o ano até junho, um aumento de 11% ano a ano.

Em seguida vieram os EUA, totalizando 113.800 toneladas no acumulado do ano, um aumento de 1% em relação aos níveis do ano passado.

Os volumes para a Coreia subiram em 11% em relação aos níveis do ano passado, para 75.200 toneladas.

A China aumentou em 46% em relação ao ano anterior, para 74.400 toneladas, aproximando-se do total da Coreia e tornando-se o terceiro maior parceiro comercial de carne bovina da Austrália; no entanto, a divisão das exportações para esses dois mercados é bem diferente, com quase toda a demanda na China, principalmente para carne bovina congelada da Austrália.

Fonte: Meat and Livestock Australia (MLA), traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios


ou utilize o Facebook para comentar