Categories: Giro do Boi

CoBank diz que exportações de carne bovina são essenciais para EUA

Will Sawyer, economista do CoBank, salientou aos produtores americanos que questionam o valor das exportações para sua fazenda que, embora esse valor não apareça como um item de linha no talão de cheques quando você vende seus bezerros, o valor está claramente lá.

Ele disse que o comércio internacional é bom para todos. Tenha em mente, no entanto, que o comércio global é uma proposta de mão dupla.

Sawyer disse que muitos produtores estão familiarizados com as estimativas do valor que as exportações adicionam a um boi gordo. Na primavera passada, Nevil Speer, colunista da BEEF Magazine, colocou esse valor em US $ 325 por cabeça. Esse valor deve ser maior agora e  permite que os confinamento se mantenham competitivos no mercado de cria e recria.

“Para mim, o que é realmente importante é o que significa para o mercado doméstico [de gado], para o consumo doméstico que estamos pedindo ao consumidor americano para comer?”, disse Sawyer. “Vamos tomar carne como um exemplo. A produção de carne bovina tem crescido ano após ano nos últimos três ou quatro anos. Os preços têm sido relativamente bons e as margens dos produtores também são fortes ”, diz ele.

“Por que é assim? Bem, uma das coisas que pedimos ao consumidor de carne bovina nos EUA [em 2018] não é muito diferente do que pedimos a eles há alguns anos ”, explica ele. “Como as exportações foram tão fortes, essa produção adicional conseguiu penetrar na Coreia, no Japão e no México. Por isso, manteve o preço doméstico [do gado] relativamente forte ”.

Mas 2019 será mais um ano de produção maior para todas as três proteínas – carne bovina, carne suína e frango. Durante a sessão outlook CattleFax na convenção, Kevin Good disse que espera que os preços do gado permaneçam fortes, mas uma maior oferta de gado fora dos confinamentos juntamente com a rentabilidade limitada no setor de alimentação vai prejudicar a demanda e pressionar os preços dos bovinos para engorda este ano.

“Estamos em uma boa corrida há alguns anos e espero que isso continue em 2019. No entanto, esperamos ver as margens começarem a comprimir e alavancar a mudança dos setores de cria/recria para engorda à medida que expandimos a oferta de gado ”, disse ele aos produtores de carne bovina.

Claramente, as exportações de carne bovina não são as únicas coisas positivas nos preços do gado nos últimos anos. Mas, claramente, as exportações desempenharam um papel importante e é algo sobre o qual a indústria tem alguma influência. É por isso que precisa continuar pressionando por mais oportunidades de exportação.

Durante a sessão, o CEO da CattleFax, Randy Blach, observou a importância do comércio internacional. “No longo prazo, a lucratividade de nossa indústria está ligada ao comércio”, disse ele. “Precisamos ter mercados abertos e padrões comerciais baseados em ciência para nossos produtos, se quisermos continuar com a rentabilidade que tivemos nos últimos anos.”

As mensagens do CoBank e do CattleFax são as mesmas – os mercados internacionais são importantes. Sawyer analisou a situação das exportações com o nosso maior concorrente global de carne bovina, a Austrália, bem como o Canadá, por carne suína.

“O que percebemos é que os mercados com foco internacional têm uma proposta de risco-recompensa melhor para seus produtores. Eles têm preços ligeiramente mais voláteis, mas seus preços subiram ano após ano mais do que os nossos ”.

A Austrália e o Canadá têm muito menos pessoas para alimentar do que os EUA, então faz sentido que eles dependam mais dos mercados de exportação do que nós. Mas a carne bovina produzida com grãos dos EUA é o padrão mundial de qualidade e os países do mundo estão dispostos a pagar um prêmio por isso.

“Então, para mim, as exportações são uma boa proposta para nós, algo que devemos considerar positivo, à medida que continuamos a produzir mais”, diz Sawyer.

Fonte: BEEF Magazine, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

This post was published on 7 de fevereiro de 2019

Share
Published by
Equipe BeefPoint

Recent Posts

Exportação na Argentina: governo incentiva frigoríficos a dar detalhes dos embarques

Após as medidas anunciadas sobre a criação de um cadastro para "monitorar" as exportações de… Read More

16 de abril de 2021

Avaliada em R$ 86,6 bi, JBS renova máxima histórica na B3

Impulsionadas pelas perspectivas amplamente favoráveis para os negócios nos EUA, as ações da JBS renovaram… Read More

16 de abril de 2021

Minerva quer zerar até 2035 suas emissões de carbono

A Minerva Foods, maior exportadora de carne bovina da América do Sul, anunciou ontem que… Read More

16 de abril de 2021

Indústria de bacon vegetal atrai investimento de Robert Downey Jr.

A ascendente indústria de proteínas de base vegetal atraiu o Homem de Ferro. O ator… Read More

16 de abril de 2021

Pesquisadora brasileira vai criar a primeira carne cultivada do País

A pesquisadora Bibiana Matte, da Núcleo Vitro, está desenvolvendo a primeira carne cultivada do País.… Read More

16 de abril de 2021

Milho: clima ruim na América do Sul provoca forte alta em Chicago

A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para  milho fechou a sessão desta quarta-feira, 14,… Read More

16 de abril de 2021