China se oferece para aumentar compras de produtos agrícolas dos EUA, diz FT

Autoridades chinesas estão se oferecendo para aumentar as compras de produtos agrícolas dos Estados Unidos em busca de um acordo comercial provisório que adiaria uma nova rodada de aumentos de tarifas em 15 de outubro, segundo fontes ouvidos pelo Financial Times.

De acordo com o FT, apesar das sanções norte-americanas anunciadas nesta semana contra empresas e autoridades chinesas supostamente envolvidas em violações de direitos humanos em Xinjiang, a equipe do vice-primeiro ministro Liu He está se oferecendo para aumentar as compras anuais de soja para 30 milhões de toneladas, ante 20 milhões atualmente. A China também faria uma série de mudanças nas barreiras não-tarifárias que há muito frustram o Departamento de Agricultura dos EUA e os agricultores americanos.

Liu, principal negociador comercial da China, está programado para iniciar dois dias de negociações com o representante comercial dos EUA, Robert Lighthizer, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, na quinta-feira, seguido de uma reunião com o presidente Donald Trump na sexta-feira, se as discussões forem bem.

“Liu He está chegando com ofertas reais, não é uma visita vazia”, disse ao FT uma das pessoas informadas sobre as negociações.

Fonte: Valor Econômico.

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios


ou utilize o Facebook para comentar