Principais indicadores do mercado do boi – 12-11-2013
12 de novembro de 2013
Mercado físico do boi gordo – 11-11-2013
12 de novembro de 2013

Celular Pecuário, conheça o aplicativo Suplementa Certo

Uma traquitana que se incorporou na nossa vida, de forma intensa e sem volta, foi o celular. Hoje, no Brasil, temos mais aparelhos celulares do que gente (270 milhões vs 200 milhões). Se, no início, vinte anos atrás, ele era um aparelho exclusivamente para fazer ligações telefônicas, agora ele tem tantas funções extras que do celular recém comprado costuma-se brincar que ele “até telefona!”.

As versões mais modernas dos celulares, chamados smartphones são verdadeiros computadores de bolso, pois, além da conexão com a Internet, têm softwares instalados que lhes possibilitam uma infinidade de funcionalidades. A estes softwares de smartphones deu-se o nome de aplicativos.

Há aplicativos que vão desde frivolidades ridículas como um banco de sons de ventosidades intestinais humanas até àqueles de grande utilidade para atividades cotidianas. Particularmente, uso bastante um que transforma meu celular num prático nível de bolha virtual, usado para checar se as balanças usadas nos experimentos estão no nível.

Curiosamente, até meados deste ano, não havia nenhum aplicativo voltado especificamente para a nutrição de bovinos de corte. Isso mudou desde a última reunião anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia, quando, no dia 25 de julho, lançamos o Suplementa Certo. O primeiro aplicativo desta categoria foi fruto de parceria entre a Embrapa Gado de Corte e a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Ele é um aplicativo que permite comparar, para um lote que se deseja suplementar, diferentes estratégias de suplementação (sal proteinado e semiconfinamento) ou, dentro de um mesmo tipo de suplementação, comparar produtos diferentes, oferecendo um relatório de benefício:custo a ser usado pelo pecuarista para a tomada de decisão.

Além disso, o Suplementa Certo dá outra informação extremamente importante que é o número mínimo de cochos que deve ser disponibilizado ao lote a ser suplementado. A insuficiente oferta de cocho para suplementação é frequentemente a razão do insucesso da suplementação.

Para um exemplo de como ele pode ser usado, sugerimos acessar o link abaixo. Ele é de uma reportagem feita pela competentíssima jornalista Mara Riveiros, no qual simulamos a opção de uso de um sal proteinado contra um concentrado de semi-confinamento, clique e veja no vídeo: Suplementa Certo

No relatório de benefício custo ele dá três informações para a tomada de decisão:

1) A margem da suplementação, que vem a ser o valor a mais que se obtém com a suplementação realizada;

2) O retorno para cada R$ 1,00 investido.

3) O ponto de equilíbrio, que vem a ser o ganho mínimo necessário para que a produção de carcaça pelo lote em função do uso do suplemento pague o que foi gasto com a suplementação.

Essas três informações permitem uma escolha mais consciente do produtor por uma das opções que está testando.

Um relatório usual na comparação da escolha entre a suplementação com proteinado e semi-confinamento, mostra que há uma maior margem com a escolha por semi-confinamento, mas um retorno por unidade de capital investido maior para o proteinado. Complementando a informação, o ponto de equilíbrio, por sua vez, mostra que o ganho mínimo necessário para zerar o gasto com a suplementação do semi é muito mais próximo do ganho esperado por esse tipo de suplementação do que o ganho equivalente ao ponto de equilíbrio do proteinado.

Por exemplo, para um ganho esperado de 300 g/cabeça.dia com o proteinado, o ganho do ponto de equilíbrio seria 150 g/cabeça.dia contra um ponto de equilíbrio de 750 g/cabeça.dia do semi para um ganho estimado de 1000 g/cabeça.dia. Assim, enquanto na suplementação com proteinado pode haver uma quebra de ganho de 50%, uma quebra de apenas 25% no ganho esperado do semi é suficiente para fazer zerar o benefício econômico direto da suplementação. Como em semi-confinamento na prática não é difícil ocorrer essa quebra, esse índice serve como um alerta ao usuário!

Assim, apesar do relatório estar indicando um maior ganho com o semi, o pecuarista pode optar pelo proteinado por conta do menor risco indicado pela comparação dos pontos de equilíbrio das duas opções.

Por sua simplicidade de uso e portabilidade, imaginamos o pecuarista usando o Suplementa Certo dentro da loja de insumos agropecuários, checando se aquela oferta de proteinado é realmente interessante em relação ao que ele vem usando. Outra opção interessante é comparar o benefício:custo do uso de aditivos.

Importante lembrar que ele pode ser baixado gratuitamente, bastando acessar o Google Play com seu celular e escrever no campo de busca Suplementa Certo. Ele baixa em segundos, pois é bem enxuto, e só depende da Internet para baixar e atualizar. Para seu uso, não há necessidade de acesso à Internet.

Com pouco mais de três meses de estrada e praticamente sem nenhuma propaganda, já temos mais de 2 mil Suplementa Certos baixados em todo o Brasil. Além disso, temos oferta de algumas empresas interessadas em financiar aperfeiçoamentos nas futuras atualizações e muito encorajamento por parte dos usuários. Nossa intenção, na esteira do sucesso deste lançamento, é conseguir fazer outros aplicativos pecuários, já com a ideia de criar um “canivete suíço” de programas que ajudem o pecuarista nas tarefas do dia a dia.

Se até bem pouco tempo, o mais pecuário que seu celular poderia ficar era tendo um mugido como toque, o futuro reserva boas surpresas. No que depender de nós, ele será cada dia mais pecuário.

 Fonte: Sérgio Raposo, pesquisador da Embrapa Gado de Corte, agrônomo com mestrado (1992) e doutorado (2002) pela ESALQ/USP, especialista em nutrição animal.

Os comentários estão encerrados.