Inverno ‘brutal’ nos Estados Unidos prejudica produtor e agroindústria
22 de fevereiro de 2021
Em que ponto percebemos que Bill Gates é perigosamente insano?
22 de fevereiro de 2021

Carne bovina: com preço elevado, consumidores migram para proteínas mais baratas

O mercado físico de boi gordo segue com dificuldade de embarcar em maiores altas. Com o preço do boi gordo flutuando entre os R$ 300 por arroba e R$ 305, e consequentemente a carne bovina elevada, os consumidores dão preferência a proteínas mais baratas, como a de aves e suínos, e, com isso, o mercado interno segue com baixa liquidez.

O varejo não tem conseguido repassar o aumento dos preços do boi gordo, e, neste cenário, a carcaça casada encerrou a sexta-feira estável, cotada a R$ 18 por quilo.

Enquanto isso na B3, a última sexta-feira, 19, encerrou com valorização dos contratos futuros de boi gordo. Mesmo com a pressão negativa da indústria, o preço do boi gordo na bolsa brasileira se manteve firme. O vencimento mais negociado para março de 2021 ficou cotado a R$ 297,65, obtendo valorização de 0,86%.

Fonte: Canal Rural.

Os comentários estão encerrados.