Cargill fecha fábricas de ração na China

Em meio aos surtos do vírus da peste suína africana na China, a americana Cargill, maior empresa de agronegócios do mundo, fechou fábricas de ração no país asiático, disse à agência Reuters o presidente da divisão de Nutrição Animal da companhia, Chuck Warta. O executivo não revelou o número de fábricas de ração que a empresa fechou.

De acordo com o Warta, a China levará alguns anos para retomar os níveis de produção de carne suína. “É algo que leva 24 meses, 36 meses para a reposição da população mundial de animais”.

Estimativas de mercado apontam que o doença reduzirá a produção de carne suína da China em pelo menos 30%. Os chineses são responsáveis por 50% da produção e do consumo global de carne suína.

Fonte: Valor Econômico.


ou utilize o Facebook para comentar